Publicado em 29/06/2006 00:16

A Sabedoria e o Silêncio

É importante reconhecer o valor do silêncio para que possamos alcançar a força espiritual com sabedoria!

É importante que reconheçamos o valor do silêncio. Por mais que as circunstâncias apresentadas em nosso cotidiano pareçam nos atormentar (ou pelo menos pretendam isso), não podemos perder a calma e a serenidade. Calar-se em momentos de tumultos, tempestades ou injustiças não significa consentir, mas sim, sabedoria.

Tomemos como exemplo a reação de Jesus Cristo que, quando se viu ali diante de todo povo judeu insultando-o e blasfemando contra o Senhor, nada fez ao seu favor. Deixou que se cumprisse a vontade do Pai em sua vida. Pois Ele sabia que não era do mundo e por isso o mundo não o reconheceria.

Da mesma forma, irmãos, não deixem o seu coração perturbado por coisas que são tão vãs diante da grandeza de Deus em nossas vidas! "No mundo havemos de ter muitas aflições, pois não somos do mundo!"

O mundo não O reconheceu, e nem vai reconhecer os que se declaram do Senhor! E muito pelo contrário, por várias vezes, seremos até perseguidos! O que mais pode nos confortar nestes momentos é que Deus é onisciente e onipresente. Além do mais Ele honra os justos!

Devemos lembrar que assim como Jesus... somos colocados em lugar de outros (em algumas situações) para a sermos crucificados e para que eles não tenham pecado ou sejam libertos deles. O que precisamos entender é que após o momento da crucificação, veio o da Verdade e todos viram a Luz. E Jesus é a Luz da Vida!

Ele sendo Deus (filho) não abriu a boca! Não se pronunciou diante da multidão! Por que havemos de falar algo? Precisamos aprender a aceitar as provações contemplando a Deus através do silêncio, mesmo que no nosso interior o mar esteja agitado. Somente assim moldamos o nosso ser com temperança e sabedoria, preparando-o para a ressurreição que nos é prometida no último dia.

Uma boa leitura da Epístola de São Tiago ajuda-nos a alcançar mais temperança, mais paciência e sabedoria "verdadeira" nesses momentos em que muitas vezes não encontramos uma direção certa para continuarmos a caminhada.

"A sabedoria que vem de cima é, primeiramente pura, depois pacífica..."

 

(Tiago 3,17).

Prof. Reginaldo Pacheco

Prof. Reginaldo Pacheco

Graduado em Letras - UFG/ Administração - UFG (cursando)
Professor na rede estadual de ensino. Assistente em Administração no IFG - Campus Inhumas. Catequista - Paróquia Nossa Senhora Aparecida. Fundador do Grupo de Oração Semeador. http://www.aboasemente.com

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

Prof. Reginaldo de Fátima
29/09/2006 22:11

Obrigado!!!!!!!!!

Mas, Ana Rita, toda honra e toda glória ao Senhor Jesus! Fico feliz que tenha gostado! Que vc continue sempre no caminho que Deus projetou pra vc! Ele te ama muito! Fique na Paz de Jesus! Abraços!
Ana Rita
29/09/2006 11:46

naum imaginava

Nossa prof... naum imaginava que vc escrevia para o tudoin...ficou chicd D++++ o seu artigo....continue assim que vc vai longe... Fique deus... Ate +++ abraços
Prof. Reginaldo de Fátima
23/07/2006 21:02

Deus te abençoe!

Edna, minha querida afilhada, mantenha os olhos fixos em Jesus! Ele acalma qualquer tempestade! Seja lá o que você tiver que enfrentar neste momento de sua vida, faça-o seguindo os passos dEle e encontrarás a Paz! Sei que já sabes disso, mas estou apenas te lembrando!!! Que o Espírito Santo te guie e te guarde! Siga a sugestão de leitura acima(presente no artigo)! Também te ajudará muito! Felicidades!
Edna Aparecida Pereira
22/07/2006 13:36

ficou Otima!

Padrinho, reli essa mensagem hj que tó precisando tanto de paciencia... ficou muito boa essa mensagem... Preciso trabalhar isso na minha vida! Sua benção!
Prof. Reginaldo de Fátima
18/07/2006 19:00

Obrigado!!!!!!!!!

Muito obrigado, Rafael, mas eu nada seria sem meus amigos!
Cícera Elaine Silva dos Santos
09/07/2006 00:19

Meu silêncio

O silêncio é a arma dos fortes, é a arma de quem compreende que a vide se consiste numa relação dialógica (Mikhail Bakhtin) e que é necessário levar o outro em consideração. O seu discurso e a sua necessidade. O silêncio é a arma de quem sabe que o sofrimento presente, por mais difícil que seja, não se compara à glória futura que, inevitavelmente, está no caminho do justo. Para Alberto Caeiro, em O Guardador de Rebanhos, "há metafísica bastante em não pensar em nada", para mim, há metafísica bastante em não falar em nada. Por isso, e por acreditar que também não pertenço a este mundo, assumo a postura do silêncio. De que me adianta gritar e reclamar se apenas ouve quem tem ouvidos para isso e eles não estão dispostos a ouvir? Serei semelhante à criança que o pai julgou maluca por pedir muitas vezes a mesma coisa e por elogiá-lo em demasia!! Assumo a posição de silenciar-me e assumo esta por concordar com o que diz Álvaro de Campos no poema Passagem das Horas: "Eu quero ser sempre aquilo com quem simpatizo (...) Seja uma flor ou uma idéia abstrata (...) São-me simpáticos os homens superiores por que são superiores E são-me simpáticos os homens inferiores porque são superiores também Porque ser inferior é ser diferente de ser superior, E por isso é uma superioridade a certos momentos de visão", meus momentos de visão que não mudam ao sabor dos ventos...
Rafael
02/07/2006 21:52

Inportanti em

I ai cara muito inportanti meus PARABENS para vc meu amigo fico muito alegre em ver vc assim na sua vida.