Publicado em 19/11/2010 03:54

Agradecer enquanto é tempo

Agradecimento de Valdemes à extraordinários autores

Passeando em Florianópolis/SC, lá veio um convite do prof. Gretz (conferencista e escritor), em certo dia de 2004, para a gente visitá-lo. E fomos (eu, minha Júlia e a filha Juliana) ao seu belo apartamento beira-praia. Depois de uns papos, o prof. Gretz me pediu licença e subiu os degraus da escada de mármore em direção ao compartimento superior da sala. Poucos momentos após ele descia, acompanhado pela esposa e filho, carregando um enfeitado bolo, cantando  "parabéns pra você, nesta data querida..." (!). Era pra mim, no dia do meu aniversário !!...

Não sou festeiro, nem revelara sobre o meu natalício. Descobri que a Juliana, um dia antes, dera com a língua nos dentes.

Fiquei surpreso pela homenagem. Durante os papos e comes e bebes (presentes os familiares do anfitrião), o atencioso Gretz me contava sobre suas palestras no Brasil, ora em Porto Alegre, ora em Recife, Goiânia, São Paulo... A esposa não aguentava acompanhá-lo nas viagens. E, antes de cada palestra, o professor dava saltos mortais nos palcos dos auditórios!

No dito aniversário, ele me deu um dos seus livros com esta dedicatória: "Caro Valdemes, você também tem as atitudes positivas da águia(...). Parabéns!!! por mais um ano de vida e não esqueça: a vida só é possível quando reinventada todos os dias".

Nunca me esqueci do  prof. Gretz, que me distinguiu lá em Floripa.

Agora Goiás, em 1910, outra curiosa passagem. Numa página literária no DM, lá estava um belo artigo assinado por mim. Calminha, não é autoelogio. O artigo não era meu!... Comuniquei que o verdadeiro autor devia estar morrendo de raiva. Felizmente, a matéria  foi republicada com o nome de seu criador: Ursulino Leão, autor de 20 livros e que já fora vice-governador e procurador-geral de Justiça. Escrevi a ele, que educadamente me respondeu: "Muito obrigado pela sua atenciosa carta, a respeito do equívoco... Eu, que já havia notado o engano do DM, achei-o apenas engraçado... Minha crônica, enfim, havia passado para mãos competentes. Afetuoso abraço do Ursulino Leão".

Por que me lembrei desses extraordinários autores?  Para agradecer enquanto é tempo, já que não sei por quantas luzes ainda iluminarão meus amanhãs

Valdemes Ribeiro de Menezes

Valdemes Menezes

Valdemes Menezes

Trabalhos executados na área de cultura regional. Escreveu as seguintes obras: O Pistolão, O Portão de Deus, O Grande Momento, A Recuperação do Preso e a Segurança do Povo, A invasão do Brasil. Muito Prazer Europa, O Pai do Disco Voador
Radicado em GO e nascido em MG(Ituiutaba), já passou por muitas e outras, de menino rico a jovem pobre. Formou-se com dificuldade no RJ, e, sozinho conseguiu alçar seu próprio vôo: foi redator da então poderosa Rádio Nacional; funcionário do Ministério da Fazenda na ex-capital federal; controlador de vôo da Real(adquirida pela Varig); assistente do diretor de rádio e televisão da McCann Erickson(maior empresa de publicidade do mundo) e se confessa hoje como apaixonado escritor.

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

Silvia Garcia Daher
18/08/2011 19:22

Incrível

Esse meu padrinho é incrível mesmo! ´Não foi a" lingua da Jú",rssss... que resultou na festa, foi a sensibilidade do prof. Gretz e família no reconhecimento de um homem que nasceu para alçar voos mais altos. "Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fadigarão" (Isaías 40.31). Abraços.