Publicado em 24/12/2007 14:38

Agradecimentos

Faça sua virada de ano da maneira que mais almeja, como já planejado, porém não se esquecendo...

Queridos  leitores; extremamente alegre diante do resultado obtido aqui na minha coluna,  graças a cada um de vocês, resta-me agradecer-lhes do fundo do meu coração.

Vocês são peças importantíssimas na caminhada cultural do nosso país. Sustentam com êxito  a popularidade de nós escritores, sendo indiscutivelmente culpados pelo nosso  triunfo. Uma culpa que faz bem a todos.

Que o sabor  que levam no peito e na mente pela literatura, permaneça até o infinito. Pois  sem leitores não haveriam escritores.

Àqueles que  particularmente postaram seu comentário, ou votaram em cada artigo, MUITO OBRIGADO!

Trilhando as  últimas horas do ano de 2007, desejo-lhes muita festa, paz e acima de tudo uma  embriagues de amor, pois esse estado de espírito tem ficado guardado para o  depois no conceito humano.

Então ame  agora... Doe uma migalha do teu sorriso mesmo para um deficiente visual, porque  os sentimentos de amor e carinho são vistos e reconhecidos apenas com o  coração.

Evitemos nos  entorpecer no orgulho e na ambição. Sejamos vulneráveis, tolerantes e sensíveis  ao que se passa ao nosso redor.

Faça sua virada de ano da maneira que mais almeja, como já planejado, porém não se  esquecendo de acrescentar o tempero de humanismo.


Aos internautas do tudoin e a toda equipe do  site, um FELIZ NATAL e um 2008 levando na bagagem muita paz, amor e  compreensão!


Ivan Zarur

Ivan Zarur

Inspirado pelas suas professoras, aventurou-se no mundo da Literatura aos sete anos de idade. Seus primeiros trabalhos publicados foram em forma de cordel: "O Velho Ricardino" e "Não conseguiu e para o Céu subiu". Com "Mundo e Mudanças" venceu o Festival dos Campeões de Itaberaí-Go.
Publicou vários trabalhos na revista Diadema Real, da Editora Cristã Evangélica do Brasil, entre eles, "Transformação", "Coisas da vida", "Mãe" e "Pastor Amado". Minha BIOGRAFIA completa, bem como outras de minhas obras estão disponíveis no meu site: www.zarur.no.comunidades.net

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

Tor
18/06/2014 19:53

Tadeu Dias disse:Exc

Tadeu Dias disse:Excelente e honesto texto onde nos mstora todo o percorrer da histf3ria de reencarnae7e3o. Afinal, religie3o tambe9m e9 antropologia. c9 terredvel quando as pessoas dizem eu acredito ou eu ne3o acredito nas questf5es de fe9. c9 justamento aed que a pessoa deve parar para pensar e pesquisar. Para mim a fe9 precisa ser justificada. E, aproveitando o comente1rio acima do Duda, aos veteranos ente3o, aprendam que Deus e9 bom e a reencarnae7e3o e9 algo extremamente ruim, portanto, Ele ne3o faria esse tipo de jogo. O “rio” que separa a samsara (o ciclo intermine1vel de renascimentos) do moksha (a soltura ou a libertae7e3o final). Dentro do jainismo e do budismo, isso significa que a reencarnae7e3o e9 ruim pois todos querem chegar a moksha.Pessoalmente prefiro pagar a entrada deste nosso fanico evento assim, claro, nunca serei um sf3cio remido.
Carlos Eduardo
25/04/2008 19:05

Bostinha

De arte só sobrou o que nunca existiu. Nem de literatura. Nem de alfabetização. Crianças! Façam poesia para ganhar do titio e seu insípido textinho.
rosa pereira
30/01/2008 18:41

amigos

Eu,gostei muito do q eu li.