Publicado em 02/09/2007 12:36

Altas más criações

Altas más criações na madrugada. Não leia, imbecil!

Absolutamente não sou um crítico de televisão e nem desejo ser. Perderia muito tempo discutindo sobre programas, folhetins e uma série de outras bobagens que ficam entre um comercial e outro. Desta vez, porém, é necessário abrir uma exceção e falar de uma dessas enrolações que andam incomodando a sensibilidade e faltando com respeito aos seus telespectadores.

Quem acompanha nas madrugadas de sábado da Rede Globo de Televisão o Altas Horas, apresentado por Sergi(nh)o Groisman, sabe do que falo. Os telespectadores mais assíduos já devem ter notado o marasmo do programa. A atração repete exatamente os mesmos clichês em todas as suas edições, como entrevista com alguém da platéia, convidados falando de sexo abertamente para demonstrar que o programa é para gente grande, um auxiliar de produção chorando e várias outras fórmulas, fazendo-a mais chata e entediante a cada sábado.

A mesmice já é de costume para quem acompanha as programações da televisão brasileira (excluindo-se claro, a televisão de Silvio Santos, que adora fugir da rotina...), mas o que chama a atenção, acima do formato gasto e das repetições, que podem até funcionar, é a má criação do apresentador, que vem se revelando maior a cada novo programa. Não sei bem se é a idade, mas em outros programas comandados por ele e até mesmo em Altas Horas, há algum tempo atrás, não se notava essas atitudes ranzinzas e mal-humoradas.

Os que não acompanham o programa, e que não estão perdendo absolutamente nada de interessante, devem estar se perguntando quais más criações são essas com os convidados. Vejam, por exemplo, já há alguns programas a produção pede aos entrevistados que tragam algum objeto de valor sentimental. Até aí tudo bem. O problema é o grau de irritabilidade do apresentador quando o participante não traz esse objeto. Um desses convidados tentou, de improviso, mostrar um escapulário, dizendo que era um objeto com valor sentimental (e poderia até ser mesmo...), mas o apresentador se irritou e conseguiu deixá-lo totalmente sem graça. Imagine se isso se repetisse. Seria um absurdo não é mesmo? E não é que se repetiu! Outro ator Global também não trouxe o objeto pessoal e tentou improvisar... Mal sabia ele a ira que despertaria no apresentador, que citou o caso anterior como se fosse um crime, e sem o menor senso de humor, deixando o ator com bochechas rosadas e os outros convidados constrangidos, sendo que ao menos o deixou dizer o que o objeto significava para ele. Essas e outras indelicadezas e falta de senso deixam até mesmo o telespectador constrangido ao assistir ao enformado semanal.

Sem me delongar, senhor leitor, peço que, se quiser, tire a prova, faça o enorme sacrifício de assistir à atração na madrugada de sábado para domingo, isso mesmo, na mesma hora do Cine Privet que o senhor ou seu marido, minhas senhora (ou a senhora mesmo), adorava ver quando era garoto e não havia internet. Perca um pouco de seu tempo e veja, com um olhar crítico, a essa desinteressante atração, que não atraí mais nem mesmo a vida ignorante, quanto mais à vida inteligente da madrugada, que está se cansando da falta de cultura e da apatia do programa.

O programa devia mesmo era mudar de lema. Esse negócio de ¨vida inteligente na madrugada¨ já deu o que tinha que dar. Deveriam trocar para ¨vida má criada na madrugada¨. Assim, atingiria um público bem maior. Não concorda caro leitor? Seu patrão, sua sogra, a atendente de sua operadora de celular e sua tia iriam adorar... Quem sabe assim, até mesmo o senhor não é mesmo? (Brincadeira...) Mas o lado sério disso é a idéia e a crítica à falta de conteúdo de algumas atrações televisivas e ao péssimo conteúdo de sua maioria. Má criação e arrogância são feias e cansam, ainda mais quando se é gente grande.

Emerson Fraga

Emerson Fraga

Estudante do 3º ano do ensino médio do Colégio OLY.
Colunista e colaborador do Jornal Mercadão, da seção de cultura do site TUDOIN e do site litetrário Garganta da Serpente. Soma 26 prêmios artísticos, científicos e literários. 1º e 2º Lugar no III Concurso Nacional de Conto de Cordeiro (RJ)/Troféu Lygia Fagundes Telles. "Medalha de Ouro" pelo 1º Lugar Juvenil no III Concurso de Poesias "Letras do Divino", em Itanhaém-SP. "Medalha de Prata" pelo II Concurso Gente Miúda de Conto - Medalha Monteiro Lobato, promovido pela Academia PanAmericana de Letras e Artes. 1º Lugar Juvenil do VI Concurso Kelps de Poesia Falada (2007). Selecionado para antologia do IV Concurso Nacional de Literatura de Caçu nas categorias conto e poesia. Campeão da XXXI SACEM em conto, crônica e fábula. Premiado no Concurso Literário Internacional - Prêmio Cidade de Conselheiro Lafaeite (MG) na categoria crônica. Vencedor do concurso de texto e imagem ambiental "Minha Cidade é Meu Planeta", promovido pela Revista Época e British Council. Vencedor nacional de texto na 4ª Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente. Delegado brasileiro no Fórum Internacional Estudantil 2007, em Londres.

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

sharlene rodrigues macedo
09/09/2007 01:11

criticas sobre criticas

Caros amigos criticos, estamos todos criticando ou concordando com uma critica,pois, a sociedade é formada por opniões e pontos de vista diferentes. O programa Altas horas não é totalmente fútil e desinteressante mas, concordo que muitas vezes é melhor desligar a tv. Mas o que é proveitoso para uns é desproveitoso para outros. A critica do nosso colunista foi ao programa e não aos telespectadores do programa, então não ofendam uns aos outros.
JP
08/09/2007 14:14

pós-groisman

Tenho a saída: assistam o desenho após altas horas, é ótimo!
O autor
02/09/2007 19:02

...

Não costumo responder a farpas de terceiros mais me darei ao trabalho de lhe responder, pois quando vi essa declaração tão trabalhosa ao autor fiquei honrado por ler meus textos o caro (abre aspas)Pedro(fecha aspas). Começaremos. Sim, caro amigo, deixei de assistí-lo, mas deve-se analise e ver bem algo antes de criticar, lição que ainda tens de aprender. Criticar tudo o que vem da rede Globo? As pessoas? Quem critica tudo sobre a rede Globo? (Não generalize suas críticas e achismos sem argumentos). Que bom também que já veio à minha casa para ver minha televisão ligada na rede Globo, que ainda segundo você, critico arduamente... A TV é um reflexo da sociedade? Pois bem, são esses programas (abre aspas)medíocres(fecha aspas) que representam a fatia da sociedade pseudo-instruída da que você faz parte. Outra coisa, adoraria receber críticas, mas não atrás de um pseudônimo e de um e-mail falso. Sobre (abre aspas)teoria(fecha aspas), qual a bagagem teórica que tens? Que não se leve em conta essa trapalhada de (abre aspas) crítica (fecha aspas) que fez aqui, infantil e sem argumentos. A verdade? Qual é a mentira contada? A sua própria, creio eu.
pedro augusto
02/09/2007 15:46

ai ai ai

Ainda bem que abrem espaço para as críticas nesses artigos por aqui. Nunca li algo tão infundável. O autor reclama da mesmice linha a linha, mas comete essa mesma mesmice em seu texto. Já que odeia tanto o proprama em questão, deveria deixar de assistir para não decorar a programação. O programa passa muito tarde, num horário que criança realmente deve estar na cama. Não é mesmo? O que me cansa é essa obceção mediocre das pessoas em criticar tudo o que vem da rede globo. Mas vai na casa dessas pessoas, a tv so fica na emissora que tanto criticam. Outra coisa, se existe idiotice, mesmice e mediocridade na tv brasileira, é porque as pessoas que assistem são assim também. A tv é o reflexo da sociedade. Lembre-se disso. Vá ler mais, estudar mais, crescer mais. Depois, com muita teoria nas costas, vc faz um texto mais coeso com a verdade. Ok?
Carlos Eduardo Moreira
02/09/2007 15:01

-concordo

Também gostei e concordo com a Lívia, as pessoas deveriam deixar de ver televisão e aproveitar mais a vida, em vez de ficarem presas às falsas emoções que a telinha nos traz.
Lívia Seabra Gomes
02/09/2007 13:05

...pois bemm....

Parabéns pela critica, bem humoradae elaborada, aos programas que as emissoras de TV insistem em nos colocar goela abaixo, não assisto ao programa acima referido Altas Horas, é preferivel (ainda mais pra quem trabalha muito..)aproveitar pra ter uma boa noite de sono ou até mesmo conversar com amigos e familia, pois durante a semana o tempo é curto.Não sou contra a TV, apesar de ser um instrumento de manipulação de massas(desculpe o cliche)..., mas o problema esta nas pessoas que fazem e assistem à TV....mas não vamos entrar nessa questão...Portanto ao invés de ficar perdendo tempo com as mesmiices televisivas vá ler um livro, usar a imaginação, encontrar os amigos, desfrutar de bons momentos......