Publicado em 25/11/2009 04:19

Canto do Pracista-Casamento

A cidade de Goiabeiras podia sentir no ar o aroma das comidas preparadas para a festa.

O sol iluminava o dia daquela manhã fria.
Enquanto os jovens cantavam, o carro deslizava nas estradas de terra, levantando poeira. O vento batia forte em seus rostos jovens instigando-os a sentir o gosto de liberdade; de almas cativas que estavam prestes a serem libertas. Ele por sua vez se libertaria da solidão e do infortúnio de viver só. Ela se libertaria do autoritarismo da mãe e do pai. Das repressões que as moças sentiam na pele simplesmente por terem nascido mulheres sensuais, lindas e com o poder de sedução... Época que ainda se falava de casamentos arranjados; o destino foi generoso e o casal fugiu das regras. Eles iriam se unir em matrimônio por amor.
 
O nosso rapaz aproveitou a oportunidade que o destino colocou na sua vida e se aproximou de Tereza. Enquanto viajavam ele cantava a música cabocla Tereza. As viagens demoravam muito; as estradas eram de terra; os carros não desenvolviam altas velocidades, animais na pista, atoleiros; pois o progresso anunciava sua chegada, mas só iria apontar e modificar o mundo daí a uns quinze anos.

Pais de Nelson Arantes
Pais de Nelson Arantes


Nelson não se intimidou com o futuro sogro e começou a conversar com a moça. Nelson e Terezinha descobriram que já tinham algo em comum: a música. O nosso jovem aprendera a tocar violão e viola sem nunca ter frequentado aulas de música. Tocava de ouvido, e gostava de cantar. Esta maneira de expressão da alma de Nelson passou a fazer parte do cotidiano da vida deles. Ele que era um rapaz só, que tivera sido criado por uma família que o adotou , viu em Tereza a possibilidade de ter uma família, de deixar descendentes e poder mostrar para a vida a força interior que havia nele. Ela por sua vez; com a alma semelhante à de um pássaro ansioso por deixar a prisão em que vivia, se encantou pela beleza e pela autodeterminação de Nelson. Nascia ai uma relação de amor. Estariam juntos até que o canto do nosso jovem fosse quebrado pelo FIO DE PRATA que nos une ao corpo e aos céus.


Depois de algum tempo de namoro resolveram se casar. Na casa grande do fazendeiro Luiz foi preparado à festa de casamento. Uma grande quantidade de doces, de quitandas e um grande almoço, feito com muita fartura.
Era tudo preparado no fogão a lenha e em forno de barro. A cidade de Goiabeiras podia sentir no ar o aroma das comidas preparadas para a festa.

Casamento de Nelson Arantes e Terezinha
Casamento de Nelson Arantes e Terezinha


Mas como Luiz e Dinorah era um casal temido pelas atrocidades que cometiam, compareceram a cerimônia: o Juiz de Paz, alguns dos  irmãos de Nelson, visitantes e a família de Tereza. Ela se casou com um vestido branco simples  e com flores de jasmim nos cabelos. Ele com um Terno modesto. Estavam cheios de esperança em começar uma vida a dois. Assim que se casaram foram viver na casa grande do fazendeiro Luiz.

Luiz Lobo e Dinorah Lobo
Luiz Lobo e Dinorah Lobo

Começaram a nascer os filhos. Mas a harmonia e paz não durou muito. Começaram os conflitos. Então o Sr. Luiz resolveu punir Nelson. Mandou que ele plantasse uma roça de café, cuidasse, colhesse e só assim seria aprovado pelo sogro. Nelson não se deteve ante o desafio. Mudou para a fazenda e tocou a roça de café. Suas mãos não estavam acostumadas ao trabalho pesado da lavoura, calejadas, sangravam. Mas mesmo assim nunca desistiu de cumprir sua palavra.


Dinorah  tinha uma característica da sua personalidade: quando não gostava de alguém, criava todos os meios de prejudicar e açoitar a pobre pessoa. Com Nelson não foi diferente, a idéia da roça de café foi dela mas quem colocou em prática foi o sogro. Passado algum tempo, o café já estava no ponto de ser colhido. Nelson então colheu todo o fruto. Com a pele queimada pelo sol, o corpo todo agredido pela nova situação de vida, o jovem apanhou as sacas de café levou para a casa do sogro, entregou a ele e disse:  _ de hoje em diante nunca mais pego em um cabo de enxada, tratarei dos meus filhos e esposa trabalhando honestamente em outra profissão.
Estava ai a maior afronta que Dinorah recebera da vida.

Mara Arantes Costa

Mara Arantes Costa

Nasceu em Inhumas aos 24 dias do mês de dezembro de 1958, filha de Nelson Arantes Costa e Terezinha Lôbo Costa.
Busca transmitir aos inhumenses a importância dos fatos históricos ocorridos e fundamentaram o passado da história dos cidadãos inhumenses. Busca mostrar a força contida nos filhos da cidade das Goiabeiras.

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

Anyi
19/06/2014 00:41

Hello Web Admin, I n

Hello Web Admin, I noticed that your On-Page SEO is is miisnsg a few factors, for one you do not use all three H tags in your post, also I notice that you are not using bold or italics properly in your SEO optimization. On-Page SEO means more now than ever since the new Google update: Panda. No longer are backlinks and simply pinging or sending out a RSS feed the key to getting Google PageRank or Alexa Rankings, You now NEED On-Page SEO. So what is good On-Page SEO?First your keyword must appear in the title.Then it must appear in the URL.You have to optimize your keyword and make sure that it has a nice keyword density of 3-5% in your article with relevant LSI (Latent Semantic Indexing). Then you should spread all H1,H2,H3 tags in your article.Your Keyword should appear in your first paragraph and in the last sentence of the page. You should have relevant usage of Bold and italics of your keyword.There should be one internal link to a page on your blog and you should have one image with an alt tag that has your keyword .wait there's even more Now what if i told you there was a simple WordPress plugin that does all the On-Page SEO, and automatically for you? That's right AUTOMATICALLY, just watch this 4minute video for more information at. +2Was this answer helpful?
jessica priscila
16/02/2010 17:47

Familia é tudo !!!

Nossa mara sem palavras pra descrever ,pensando bem vc sabe que os tempos hoje em dia naõ saõ diferentes né,so se passaram os anos de alguma forma nos deparamos com os obstaculos na vida,mas temos que ter esta mesma garra e determinaçaõ pra proseguir.ter sempre coragem pra dizer um naõ para o que naõ é bom graças a deus temos esse livre arbitrio de escolha ...
abraços te adorooo...
glenda gui
10/12/2009 03:47

o canto do pracista

e ai tudoin quando sai o próximo capítulo?? estou ansiosa para ler.
maria expedita
10/12/2009 03:45

att o canto do pracista

oi pessoal do tudoin quando srá a postagem do novo capítulo?
solange batista
05/12/2009 11:02

o canto do pracista

oi pessoal do tudoin, gostaria de saber quando é que voçês irão postar o próximo capítulo. A cada capítulo a história fica mais interessante . parabéns
maria santana
05/12/2009 06:39

sr nelson

olá mara, como é bom vervocê aqui escrevendo sobre o amor de seus pais. saudades... saudades de inhumas da éopoca em que éramos crianças...
raquelalmeida
02/12/2009 18:53

nair egea garcia

mara vc está de parabéns com seu conto, poemas e depoimentos. vi seu depoimento sobre nair egea la no araujo. achei que vc falou tudo.divulgue seu blog. o site vai divulgar todos os seus trabalhos? sabia que vc esta ajudando muita gente a enfrentar o cancer de frente... sucesso.
amanda rocha
02/12/2009 18:48

que história é essa?

mara que história é essa de poesia MENINA BORBOLETA? estou curiosa. faz parte do quarto capítulo? o site vai divulgar? quando será? mara divulgue seu bolg para lermos todos os seus artigos. fiquei sabendo que vc está arrazando em depoimentos. beijo no coração
franciele
02/12/2009 18:43

mara

parabens tudoi pela iniciativa de dar chances a novos colunistas. mara além de ser sensível com as palavras tbem é com tintas e carvão. sei porque foi minha aluna. quando sairá o proximo capitulo?
beth
02/12/2009 18:41

menina borboleta

ola mara, cada vez me encanto mais com suas palavras. li todo o canto do pracista e amei. fiquei sabendo que tem uma poesia de autoria sua chamada MENINA BORBOLETA, que fala sobre a morte da sua irmã. o site vai publicar?quando?eu queria ter acesso. divulgue o seu blog. bjs
EXPEDITA
01/12/2009 12:04

COMENTARIO

SO UMA PESSOA COM TANTA SENSIBILIDADE PRA CONTAR A HISTORIA DE SUA FAMILIA COM TANTO AMOR E RIQUEZA DE DETALHES. FICO MUITO ORGULHOSA DE VC.
lourdes maria
30/11/2009 11:44

o canto do pracista

mara estou amando conhecer a história verídica de sua família. parabéns. quando sai o próximo?
daniela
30/11/2009 04:26

o canto do pracista

parabens pela historia real que vc teve peito para contar. sabemos que toda familia tem telhado de vidro no entanto querem esconder. va em frente
lays
29/11/2009 01:37

o canto do pracista

olá mara que bom vê- la por aqui. quantas saudades do seu pai ... na escola do oriente ville... aquele homem era o máximo.
familia arantes
28/11/2009 01:43

a vida de um arantes

que maravilha poder ler neste site a vida de um arantes. estamos muito orgulhosos pois conhecemos bem a força deste homem.
AMANDA ROCHA
27/11/2009 07:48

COMENTARIO

A CADA CAPITULO DESSA HISTORIA FICO MAIS EMOCIONADA... PARABENS PELA RIQUEZA QUE ESSE CONTO NOS TRAZ. JA ESTOU A ESPERA DO PROXIMO CAPITULO...
weslia
27/11/2009 05:40

att nelson e terezinha

meus grandes amigos nelson e tereza...quantas saudades deixou em nossos corações...
Luiz Júnior
26/11/2009 16:39

Os caminhos que a vida nos leva

D. Mara.... A senhora não fala apenas em suas palavras a história de um casal que com bravura procurou enfrentar os seus limites e os limites impostos pela época em que viveram, mas sim de uma história de amor que é composta de cumplicidade, respeito e coragem.. Sinto em suas palavras o amor que um tinha pelo outro, até os gostinhos das quitandas que eram servidas.... As suas palavras envolvem nós leitores que ficamos aqui na espera da próxima história de vida deste casal que sem dúvida se amaram muito.... Parabéns... Seu leitor fiel que lhe acompanha em cada passo.
flavia
26/11/2009 14:23

nelson e tereza

oi mara que bom ver voce por aqui contando uma historia de vida tão linda e tambem intrigante.estou amando. parabens a voce a ao site
anderson
26/11/2009 14:00

sr nelson

como é bom poder ver meu amigo nelson sendo homenageado neste site.aquele homem era muito especial. não o conheci nesta época. vim conhecê-lo depois. mas ele sempre dava indicativos que era uma pessoa íntegra. parabens mara pela iniciativa. espero o próximo capitulo abraços
vania
26/11/2009 13:55

vida de nelson e terezinha

oi mara estou emocionada com a história de seus pais. eu os conheci quando voces ainda eram todos crianças.aquela cas de cheia de meninos, uma fartura de comida... nós brincávamos na tuia que tinha lá. saudades daquela época. muitas saudades. sua mãe sempre muito assiada, aquele amor dos dois. beijos no coração.
PAULO CESAR ARANTES COSTA
26/11/2009 09:47

O CANTO DO PRACISTA - O CASAMENTO

Como é bom ver as fotos dos nossos avos e dos nossos pais, a cada capitulo um surpresa. Parabéns Mara, voce é incrível. Não sei como a vida te escondeu por tanto tempo. Este é o teu caminho, escrever, contar histórias, desvendar as memórias e mostrá-las ao mundo.
Te amo minha irmã.
francisca
26/11/2009 06:35

o canto do pracista

oi mara ... que prazer reve-la aqui falando da vida de seus pais.quantas saudades. a cada capitulo fica melhor . beijos fram
Carolina Ribeiro
25/11/2009 13:38

Cada capítulo tem gostinho quero mais...

D. Mara... a cada capítulo que escreve, fica em nós, leitores, um gostinho imenso de quero mais... poder acompanhar a trajetória de vida de seus pais e a sua também, é algo que não se pode ser escritos em algumas linhas... somente quem convive com você e acompanha seus contos é capaz de entender o que isso realmente siginifica.. parabéns pelo exímio trabalho que vem fazendo!! Até o próximo capítulo, com a ansiedade de alguém que torce por essa história de amor...
Glenda Macedo
25/11/2009 13:33

Parabéns

Parabéns, a cada capitulo uma emocionante parte da história......
adelmo de souza
25/11/2009 12:00

vida de nelson e terezinha

mara, cada vez fico mais orgulhoso de voce.como é bom vê-la vencendo desafios, dificuldades e obstaculos para que inhumas conheça a verdadeira historia de seus pais.parabens querida.
o general de onde estiver deve estar muito orgulgoso de voce. beijos adelmo
DANIEL LINO COSTA
25/11/2009 11:02

HUM MUITO LINDO A TERCEIRA PARTE

PARABENS TIA, PELA TERCEIRA PARTE A SUA HISTORIA ESTA FICANDO CADA DIA MAIS LINDA, ESTAMOS ACOMPANHANDO DAQUI
maria cristina
25/11/2009 08:48

o canto do praçista

parabens mara. seu conto esta cada vez melhor e verdadeiro. sinto muitas saudades de seu pai. estudamos juntos e de onde ele esta deve estar muito orgulhoso, este era um sonho dele ver sua integridade reconhecida. saudades do gatoso tina
marcia guimarães
25/11/2009 06:17

o canto do pracista

mara estou deslumbrada com este capitulo e com as fotos.hoje quando li, fui tomada por uma forte emoção.voce não tem ideia como me faz bem ler este conto. abraços
marcia guimarães
25/11/2009 06:17

o canto do pracista

mara estou deslumbrada com este capitulo e com as fotos.hoje quando li, fui tomada por uma forte emoção.voce não tem ideia como me faz bem ler este conto. abraços