Publicado em 14/12/2010 10:52

CINEMA NACIONAL

O cinema nacional firma-se na aceitação do público brasileiro.

É interessante analisar a correlação de dois grandes filmes nacionais que levaram, mais de dez milhões espectadores, cada um, às salas de cinemas do Brasil. “Dona Flor e Seus Dois Maridos” e “Tropa de Elite 2”. Mais interessante ainda e notar o respeito mútuo entre os cineastas Bruno Barreto e José Padilha., responsáveis pelas duas obras.

Embora em datas diferentes e em um país que mudou da censura para a liberdade total, o parâmetro fica por conta do foco dado a cada um.

“Dona Flor e Seus Dois Maridos”, com seus 34 anos trouxe para as telas, fantasias criadas pelo escritor Jorge Amado e entendido que deveria transformar-se em filme por Glauber Rocha, que passou a idéia para Bruno Barreto – pai, que, por sua vez, passou ao seu jovem filho. A trilha sonora tinha a ver com o momento político, porém as cenas sobrepujaram e a música, que por sinal, é uma das mais audaciosas de Chico Buarque.

“Tropa de Elite”, focando o momento atual do Rio de Janeiro, teve o estimulo de cenas reais na tomada dos morros do Rio de Janeiro. Mesmo sem o movimento de tropas no rio, por si só o filme teria sucesso até porque deriva do primeiro “Tropa de Elite” que foi bem aceito pelo público.

Evidente que a qualidade de ambos, cada um em seu tempo, bem como o elenco de artistas de 1976 e de 2010, contribuíram para o retumbante sucesso de ambos.

Com isso, o cinema nacional firma-se na aceitação do público brasileiro, que nem mais compara com as películas estrangeiras. O que interessa é se o filme é bom.

O que se especula é se teria ambiente para o “Tropa de Elite 3”. Ambiente existe. O que não se deve, creio, é abusar do tema. Quem sabe, numa nova pesquisa e outra configuração, mais à frente, isso possa ocorrer.

 

Irondes

Irondes de Morais

Irondes de Morais

Graduação: Direito pela UFG Pós-Graduação - Especialização em: Direito Agrário pela UFG Política e Estratégia pela UCG/ADESG Direito Tributário - convênio UCG/IGDT
Reforma Tributária: Uma medida Urgente e Necessária;Conteúdo Jurídico do Princípio da igualdade;Elisão Tributária;Ação Civil Pública em Matéria Tributária;Efeito Social da Terra

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)