Publicado em 28/11/2006 14:03

Democracia no Brasil

O Governo do povo, ainda esbarra nas estruturas tradicionais e conservadoras, instalada pelos coronéis

DEMOCRACIA NO BRASIL: TEORIA E PRÁTICA

Ainda claudica o conceito básico de que, no Brasil, a democracia - "é o governo do povo, pelo povo e para o povo".

O Governo do povo, ainda esbarra nas estruturas tradicionais, portanto, conservadoras, instalada pelos coronéis.Isso, diga-se de passagem, pode ser hereditário. A participação popular fica restrita ao voto e a circunstâncias constitucionais: audiências públicas, plebiscito, referendo, iniciativa popular, orçamento participativo, e em raras outras oportunidades, a depender do preparo político de quem exerce a chefia dos poderes nas três esferas.

É verdade que a cada eleição os chefes políticos estão perdendo terreno. Pelo menos na seara de suas lideranças: Tocantins e Baia, são os exemplos mais recentes. Mas é temerário dizer que a democracia está ganhando esse terreno, pois, no interior dos estados, existem os mini-coronéis que copiam e exercitam o mesmo modelo das regiões do país. Começam pela familiocracia e chegam à subseviênciocracia- (este neologismo é meu). Esses coronéis ainda teimam em navegarem contra a correnteza da vontade popular. Isto é, "poder pelo poder" e "toma lá dá cá". Tentam ainda romper as linhas divisórias da ambição e da vaidade. São limites que dependem do bom senso, do escrúpulo ou de qualquer hesitação ou dúvida de consciência. Aí, falta espaço à cultura política e a modernidade abraçada por grande parte da sociedade

O Governo pelo povo. Em favor do povo está posta a liberdade do voto nas eleições, plebiscitos, referendos, iniciativa popular, e praticado pelos mais diversos seguimentos profissionais, e para a escolha do comando das organizações empresariais e classistas. Eleições na OAB, CREA, Associações Médicas, Federações, inclusive de moradores, Sindicatos dos trabalhadores e patronais. E por aí se vai. Por conseguinte, a expressão pelo povo coloca a teoria mais próxima da prática.

O Governo para o povo. Nesse aspecto, no que tange à democracia política, ela foi reconquistada, apesar dos mortos, exilados, presos e desaparecidos. Foi reconquistada por políticos idealistas, artistas e anônimos que fermentaram a massa popular, tendo provocado a revolução do voto.

Entretanto, a democracia econômica está em débito com a sociedade brasileira., pois é o a quarta maior concentração de renda no planeta. (perde apenas para Suzilândia - pequeno país da África Austral, República Centro-Africana e Serra Leoa - país da África Ocidental, onde está o menor índice de desenvolvimento (IDH) do mundo. O contra senso é que nosso país está entre os dez primeiros na economia mundial. Nele, enquanto 1 das famílias mais ricas consome 15 da renda, mais de 85 milhões de pessoas mais pobres da população, consome apenas 12. Essa extrema concentração de renda tem como base um estrutura ainda controlada por elites tradicionais. Com essa desigualdade social, é absurdo dizer que o governo, não só o executivo, mas também o legislativo e judiciário, seja, absolutamente para o povo. Até então, é muito relativo. Voltaremos ao assunto.

Irondes de Morais

Irondes de Morais

Graduação: Direito pela UFG Pós-Graduação - Especialização em: Direito Agrário pela UFG Política e Estratégia pela UCG/ADESG Direito Tributário - convênio UCG/IGDT
Reforma Tributária: Uma medida Urgente e Necessária;Conteúdo Jurídico do Princípio da igualdade;Elisão Tributária;Ação Civil Pública em Matéria Tributária;Efeito Social da Terra

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

Ione
12/09/2010 16:45

Democracia

A democracia no Brasil vem cada vez mais se aprofundando, pois a desigualdade é enorme entro o povov brasileiro, acho isso um abisurdo
Welington Rodrigues
29/11/2006 11:57

Processo democrático muito lento

São 500 anos de imposição das oligarquias, representandas pela elite brasileira, pela força e pelo poder econômico. As conquistas nos últimos 20 anos foram bastantes lentas em decorrência dessa cultura na formação do povo brasileiro. Apenas 5.000 famílias da elite brasileira comandam o País, ditam as regras nos três poderes, elegem em qualquer nível somente quem lhes interessa, e assim o poder econômico pereniza as desigualdades sociais. O dinheiro sucumbe o idealismo que tanto luta para resgatar as conquistas da democracia, muitas vezes até manchadas com sangue do povo brasileiro.
Davi Isaias
28/11/2006 21:54

DEMOCRIA NO BRASIL

Realmente, Irondes, em muitos você tem razão. No entanto, é preciso reconhecer que o Brasil, se ainda não é o ideal, já avançou muito, em muitos aspectos. Pela primeira vez em toda a história, segundo o IBGE, houve diminuição do nível de pobreza. Não tenho uma visão míope, para dizer que melhorou apenas no atual governo, mas posso afirmar que nos últimos anos temos tido avanços significativos. Penso que nós brasileiros somos muito negativistas e precisamos de resgatar nossa auto-estima e nos tornar mais orgulhosos de nossas conquistas, que não são apenas dos governos, mas principalmente do povo.