Publicado em 15/08/2006 09:11

Fórmula contra Depressão

Ora, como combater a dor da consciência? Tenho certeza de que a felicidade faz parte da atitude mental.

Júlia Maria é o nome de minha mulher. Carla, Vladimir e Juliana são os nomes de meus filhos. Tenho um genro, o Marcos. Apesar de serem pessoas que amo, tive depressão por causa deles. Em pouco mais de 48 horas, perdi mais de um quilo na minha magreza. A tragédia, que me pôs caladão e triste, começou a acontecer num evento festivo, durante homenagem honorifica no Dia dos Namorados, 12 de junho deste 2006, quando a Assembléia Legislativa de Goiás me honrou com o título de cidadão goiano. Na data, tudo era bel: o comparecimento da banda da Polícia Militar; a presença da deputada Mara Naves; o discurso do autor do projeto, o deputado Afrêni Gonçalves; e as seguintes presenças: Diógenes Mortoza da Cunha, assessor especial, representando o governador Alcides Rodrigues Filho; Saulo de Castro Bezerra, procurador-geral de Justiça; Kleber Adorno, secretário da Cultura de Goiânia, representando o prefeito Iris Rezende Machado; Hélio de Brito, representando a Câmara de Vereadores de Goiânia; Benedito Torres Neto, presidente da Associação Goiana do Ministério Público; Maria Luísa Ribeiro, presidente da União Brasileira de Escritores, seção de Goiás, em companhia de seu esposo, José Cézar Neves, juiz de Direito aposentado; Augusta Faro, presidente da Academia Feminina de Letras e Artes de Goiás; Walter Menezes, presidente da Associação Goiana de Imprensa; José Carlos Rosa, de Jataí, venerável da Loja Macônica Liberdade do Sudoeste; componentes da Loja Maçônica Guimarães Natal, de Goiânia; Umbelina Frota, presidente da Academia de Letras, Ciências e Artes de Inhumas e Maria de Fátima Naves, secretária de Cultura do município de Inhumas. Além de grande número de amigos de diversas profissões e parentes.

 

Eu deveria estar feliz. No entanto, logo depois uma agonia desabou em cima de mim. É que no meu discurso de agradecimento, como eu já tinha fornecido dados de minha família ao nobre deputado Afrêni, entendi que seria lugar-comum a referência aos meus familiares. Errei. No ato, mencionei o nome de uma grande amiga de minha vida, a gratidão, muitas vezes acostumada a ser esquecida. Em sua honra agradeci aos que me concederam o título de cidadão goiano. Aproveitei para narrar curiosidades da minha juventude no Rio de Janeiro (sou de Minas), onde até fiz cinema num fraco filme e... omiti o carinho que recebo da minha mulher, dos meus filhos, do meu genro. Ao olhar para um Júlia séria, sempre mais preocupada com os outros do que com ela própria, fui aos poucos acordando pela minha lamentável falha. Procurei os sorrisos da Carla, do Vladimir, da Juliana...

 

Ora, como combater a dor da consciência? Entrei em depressão, disfarçadamente, descobrindo que não são apenas doenças físicas que aniquilam nossos comportamentos.

 

Como exemplo, conheci um inválido espírita, Jerônimo Mendonça, que fazia palestras e contava piadas imobilizado no seu leito. Já outras pessoas, aparentemente donas do mundo, às vezes jovens e saudáveis, ignoram as belezas e se embrenham nas trevas. Não faltam exemplos de figurões que possuíram fortunas, alcançaram fama e, no entanto, não foram felizes.

 

Tenho certeza de que a felicidade faz parte da atitude mental. E se errei ao omitir meu sentimento familiar, hoje estou mais alerta, convencido de que uma das fórmulas para combater a depressão não é somente amar, mas revelar o que sente e agradecer o que recebe.

 

Como a esperança é a última que o ser humano perde, tenho o sonho de ver as pessoas felizes, principalmente aquelas que me fazem sorrir por me darem carinho.

Valdemes Menezes

Valdemes Menezes

Trabalhos executados na área de cultura regional. Escreveu as seguintes obras: O Pistolão, O Portão de Deus, O Grande Momento, A Recuperação do Preso e a Segurança do Povo, A invasão do Brasil. Muito Prazer Europa, O Pai do Disco Voador
Radicado em GO e nascido em MG(Ituiutaba), já passou por muitas e outras, de menino rico a jovem pobre. Formou-se com dificuldade no RJ, e, sozinho conseguiu alçar seu próprio vôo: foi redator da então poderosa Rádio Nacional; funcionário do Ministério da Fazenda na ex-capital federal; controlador de vôo da Real(adquirida pela Varig); assistente do diretor de rádio e televisão da McCann Erickson(maior empresa de publicidade do mundo) e se confessa hoje como apaixonado escritor.

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

euripedes da silva
19/09/2007 07:55

Disco voador

Dr. Waldemes, Li sua coluna de hoje do Diário da Manhã e fiquei curioso, como imagino deve ficar a maioria de seus leitores. Acaso o assunto está no seu livro o pai do disco voador? Se estiver quero saber onde comprar. Abraços Gyn, 19SET08 Delegado Euripedes III
WITHE EMANUEL DE ANDRADE
18/08/2006 20:41

FÓRMULA CONTRA DEPRESSÃO

Apesar de ter sido uma falha grande, devemos entender que o promotor Waldemes estava tomado pela emoção da homenagem e cometeu esta falha de não citar seus familiares na ocasião do discurso de agradecimento. Mas errar é humano e recolhecer o erro é honroso. Creio que sua família tem, durante sua extensa convivência, sido por várias vezes honrada pelo seu líder e cabeça do lar. E não vai ser um pequeno momento de deslise deste que vai apagar todas as honras já oferecidas, aos seus familiares, pelo promotor e Waldemes. Abraços e bola prá frente. Withe, filho do professor Isaías e de D. Fia.