Publicado em 15/03/2006 12:50

K dê EU ???

Através deste artigo venho demonstrar a realidade que ocorre com a maioria das famílias brasileiras, onde não

Diz o médico: _ Nasceu... É um menino.

O Pai emocionado começa a correr pelos corredores do hospital;celebrando a chegada do seu filho.

Começa então a trajetória do existir.....

A criança que outrora desfrutava de um ambiente, seguro, aconchegante, quentinho, acostumado a não ter muito o que fazer, e nem se esforçar para conseguir o que queria; cai aqui neste mundo gélido, nublado, opaco, onde o sistema que o rege é um pouco diferente do que ele estava acostumado a viver. Mas esta descoberta sera feita aos poucos...

Começa a identificação... Humm.. acho que este é o meu Pai... Reconheço esta voz... Esta é a mamãe..Certeza... Jamais me esqueceria desta doce voz que ouvi durante a minha gestação.

Logo em seguida um monte de rostos que eu nao conheço se achegam a mim. Uns me apavoram: _ Que gracinha.. diz a amiga da mãe apertando a bochecha do nenêm. A criança: _ Bua...Bua..Bua...

Os dias passam, algumas coisas tomam forma e os desafios aparecem. Vem derrepente uma vontade de conhcer e explorar tudo; comer tudo, e fazer o dá na cabeça. A criança conhece então a frustração...

_ Não pode... Assim não... É assim...
_ Aqui não... Ê moleque custoso...
_Safadinho...
_ Se fizer isto a mamãe nao vai gostar mais de você...
_ Não...não... não...
_Pode, se você fizer assim...
_ Sim, mas só se você...

Palavras desconhecidas para a criança , poré já são apresentadas a ela com uma carga emocional.

Mas um tempo se passa e a criança vai para a escola...Tarefa dificíl é descobrir que o mundo não é só seu, que as pessoas não são propriedade nossas, que você nao pode fazer somente o que quer, e dividir a atençao das pessoas.

E assim prossegue a criança inserida no processo de socialização. De tempo em tempo, ou de ciclo em ciclo; novas palavras, valores, condutas, normas, regras, são estabelecidas para a criança, para que um dia ela se torne alguém.

E este dia chega. Agora não mais criança. Mas com as faculdades mentais desenvolvidas e capaz de produzir pensamentos, criticar estruturas, em busc de encontra uma razão para estar aqui, e se sentir melhor no processo do existir.

Então o SER HUMANO formado pensa: K dê EU ?? Quem sou EU? No que me tornei???

Começa então uma nova jornada, mas desta vez não é para atrair, impressionar, ou agradar alguém, mas sim para encontrar CONSIGO mesmo e desfrutar da alegria de existir. É hora de se recompor. Percorrer as estradas, e vielas do coração. Entrar em cada beco, escutar de novo cada palavra, lembrar de cada atitude, de cada gesto. Desencaixotar as emoções reprimidas, as lembranças dolorosas, as agravàveis também, deixar as lagrimas molhar o rosto, soltar o grito preso na garganta. Despir a alma de tudo aquilo que lhe foi imposto. É momento de reavaliar. DE dar a alma um par de ASAS para que ela faça o vôo mais importante da sua história.É claro que até esta altura a alma já tenha tentado fazer alguns vôos, mas nenhum é tão importante quanto o vôo da liberdade, da maturidade.

E entao depois de rever e reavaliar os valores e conceitos, o SER humano se decobre HUMANO.....

Aprende que o importante é desenvolover O SER; e não rotular o SER.

Aprende que o importante não é o que fizeram de mim, e sim o que estou fazendo do que fizeram de mim.

Aprende que somos o produto das nossas escolhas.

Trazemos sim a alma vestida pelos desejos de quem nos gerou, mas podemos reconstruir nossas estradas e percorrer novos caminhos, é só querer.

Aprende que a felicidade não está nas mãos dos outros, mas nas decisões que se tomam.

Aprende que o amor pode tudo, até se auto-perdoar pelos erros e fracassos cometidos.

Aprende que o diálogo é uma ferramenta poderosa, capaz de nos revelar e revelar o outro.

Enfim, aprende que a vida é uma ARTE, e só vive bem quem aprende a desenvolver o processo do SER na tentativa dde se descobrir; e se descobrindo, se revele aos outros; e conhecendo o outro, seja capaz de se colocar no lugar dele afim de ajudá-lo, e estando nesta posição aprende a desenvolver o amor e encontra a PAZ INTERIOR.

Hercílio Júnior

Hercílio Júnior

Graduação em Psicologia pela Universidade Católica de Goiás.
Especilizações nas áreas de Psicologia Jurídica e Psicanálise Clinica.

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

Luiz Francisco
15/05/2006 19:09

Eita...

Muito bonito show... continue nos escrevendo...
Anna Paula
22/04/2006 23:22

Parabéns!!!

Show... adorei o texto! Pensa na vontade q me deu de conversar com vc! Aparece pelo menos no msn... Um grande abraço! Sucessso!