Publicado em 22/11/2007 21:05

Melhore o Intestino Preso!!!

FIQUE ATENTO A SUA ALIMENTAÇÃO INCLUINDO MAIS FIBRAS NELA:

Com o aumento populacional e a mudança das populações rurais para os centros urbanos surgiu à necessidade da industrialização dos alimentos, resultando em:

  •  diminuição do consumo dos alimentos naturais (não industrializados);
  •  aumento do consumo de massas e de açúcar;
  •  diminuição do consumo de fibras;
  •  aumento do consumo de alimentos de origem animal, em substituição aqueles de origem vegetal.

O que é fibra dietética ou alimentar?

É a soma de componentes da alimentação que não sofrem digestão no organismo humano.

Funções das fibras:

  • As fibras têm alta afinidade pela água e isso contribui para aumentar o volume fecal e acelera o trânsito intestinal.
  • As fibras diminuem a concentração de colesterol no organismo por possibilitarem o aumento da eliminação de gordura nas fezes.
  • A fibra ajuda a controlar os níveis de glicose no sangue tanto em indivíduos normais como em diabéticos insulino-dependentes.
  • Estudos têm sugerido que a dieta rica em fibras protege o intestino do câncer e o homem contra a doença do coração.
  • As fibras fazem o intestino funcionar melhor regulando os movimentos do intestino grosso e aumentando o trânsito intestinal.

Fontes de fibras:

Todos os alimentos de origem vegetal são apreciáveis fontes de fibra. O pão e cereais fornecem a maior partes das fibras da dieta ocidental seguindo-se os vegetais e as frutas.

Informações:

As frutas e vegetais têm menor concentração de fibras, em comparação aos cereais integrais, pois têm alto teor de água, mas têm a vantagem de uma grande variedade na alimentação.

O ideal é ingerir, por dia, de 25 a 30 gramas de fibras por dia, mas muitas vezes acabamos desperdiçando uma boa quantidade delas quando retiramos as cascas de frutas e de vegetais, além de diminuir a quantidade de vitaminas e sais minerais. É importante comer certos alimentos com casca, desde que ela esteja cozida ou muito bem lavada.

Quando faltam fibras na alimentação, o intestino trabalha lentamente e com dificuldade.

A dieta indicada para quem tem intestino preso pede muita verdura, principalmente folhas (alface, agrião, rúcula), grãos (arroz, feijão, ervilha, grão de bico, milho), legumes (cenoura, brócolis) e frutas - com exceção de banana-maçã, goiaba, jabuticaba e limão.

Dicas:

  • Use cereais, tal como aveia no café da manhã, leite e frutas, o farelo de trigo que é ótimo, assim como a granola.
  • No almoço consuma muita vagem, brócolis, repolho, alface, couve-flor, ervilha ou outras hortaliças. A ordem é consumir fibras.
  • Hidrate-se bem tomando pelo menos dois litros de água por dia, pois o aparelho digestivo suga líquidos das fezes; quando se ingere pouca água isso dificulta a progressão do bolo fecal e o hábito de ir ao banheiro
  • Substitua o pão branco pelo de centeio ou integral.
  • Vá ao banheiro sempre que sentir vontade e não se esqueça da atividade física
  • Se você sofre de prisão de ventre e essas orientações não são suficientes para solucionar o problema, procure um médico, mas nunca tome laxativos por conta própria. Estudos indicam que o uso diário e por muito tempo desses medicamentos, com ação intensa, apresenta o risco de eliminar o reflexo fisiológico da evacuação.
Keila Pereira Pires

Keila Pereira Pires

Graduada no ano de 2001 pela Universidade Federal de Goiás. Especialista em Nutrição Clínica. Pós-graduada no ano de 2003 pelo Centro Universitário São Camilo - Rio de Janeiro.
Professora substituta da Faculdade de Nutrição da Universidade Federal de Goiás nos anos de 2003 e 2004. Nutricionista da Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Goiânia desde 2005. Parceria com o União Inhumas sub-12 e sub-14 e com Academia Cleide Campos no ano de 2007. Colunista do site www.wellnessclub.com.br. Atendimento em consultório há seis anos.

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

ILSON REIS
22/11/2007 22:02

Gostei do artigo!

Dra. Keila, Gostei do seu artigo, são dicas de tal magnitude que muitas das vezes vem ajudar muitas pessoas, que não sabem de que forma agir com certos incomodos intestinais, e através de dicas semples e de uma boa alimentação, podemos manter o nosso organismo trabalhando melhor, e por fim obter a cada dia uma saúde melhor!