Publicado em 19/12/2007 23:54

O Imediatismo

Heráclito disse que se a felicidade estivesse nos prazeres do corpo, diríamos felizes os bois...

Nem todas as pessoas podem perceber como uma sociedade é marcada por enlaces e vínculos, e que estes a formam como tal. Relações que, na maioria das vezes, são de caráter ideológico e transmitidas pela política, pelo modelo econômico vigente, ou mesmo, por qualquer outro segmento social atuante; e, são marcadas por conflitos intensos, constantes, muitas vezes silenciosos, porém, envolventes.

Não obstante tais vínculos têm poder de agir na transformação da consciência de um povo, tornando-o portador de pensamentos, ora conscientes, ora inconscientes, carregados de significados e juízos de valores.

Quando se trata de uma cultura marcada pelas chagas do consumismo exacerbado, pela estrutura do feroz mercado capitalista, onde o destaque é dado ao descartável, ao supérfluo como é o caso da maioria dos países do Ocidente, estes enlaces se tornam ainda mais poderosos e nocivos. Estamos referindo-nos ao espírito de uma época marcada por virtudes, vícios, pelo exagero e ostentação. Fala-se de desenvolvimento, tecnologia, produtividade, poder aquisitivo, promovem-se relações cada vez menos duradouras entre as pessoas como se também elas fossem supérfluas e pudessem ser descartadas. O pensamento então não passa de um encarcerado pelas grades do reducionismo, que transforma a cultura a educação a saúde em mero produto do mercado.

Aliás, fazer esta redução de tudo ao imediato torna-nos também prisioneiros de algo que nos fizeram acreditar ser verdadeiro. Passamos a venerar a idéia de que não e possível se desvincular de um sistema que presa o bem estar, principalmente se for imediato.

Alberto Magno, ao citar o Pré-Socrático Heráclito ressalta: Heráclito disse que se a felicidade estivesse nos prazeres do corpo, diríamos felizes os bois, quando encontram ervilha para comer [1]De fato não é na satisfação momentânea que encontraremos refúgio seguro para nossas vidas conseqüentemente para nossa sociedade.

A pergunta que se faz pertinente neste contexto é a seguinte: Até que ponto será possível sustentar a idéia de que as coisas devem ser descartáveis, e porque não as próprias pessoas? A resposta pode ser mais dolorosa do que a pergunta, quando quem a fizer perceber que também ele (a) próprio (a) foi considerado (a) como tal , inútil, supérfluo (a), descartável.

[1] ALBERTO MAGNO, De Vegetatione, VI, 401; B - Fragmentos Trad. de José Cavalcante de Souza.

João Batista Campos Corrêa

João Batista Campos Corrêa

Aluno do curso superior de Filosofia - PUC-GO e graduando do curso de Biomedicina FUG-GO.
Nos anos de 2005,2006 e metade de 2007, residiu no Seminário da Arquidiocese de Goiânia. Desempenhou pelo período de um ano um trabalho pastoral ao lado do Arcebispo Metropolitano de Goiânia D. Washington Cruz. Neste período, cursou na Filosofia na PUC-GO(Licenciatura) e no Instituto de Filosofia e Teologia Santa Cruz(bacharelado), tendo recentemente iniciado o curso de biomedicina pela FUG-GO.

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

GERALDO
01/06/2010 12:19

XIV ENCONTRO DA ANPOF/2010

REF: ENCONTRO NAC. DA ANPOF - 04 A 08/10/2010.

Fazemos uso do presente para colocar ao vosso dispor o PLAZZA HOTEL de Águas de Lindóia para hospedagem de todos os participantes do evento, conforme segue:

PLAZZA HOTEL APTO. STD. APTO. SUP. APTO. LUXO
- Apto. Single R$ 208,00 R$ 229,00 R$ 252,00
- Apto. Double R$ 260,00 R$ 286,00 R$ 315,00
- Cama Extra R$ 104,00 R$ 114,00 R$ 126,00
- Valores da DIÁRIAS acima incluso Café da Manhã, Almoço e Jantar.
- Forma de Pagto: 30% na confirmação da reserva, 35% na saida do hotel e 35% cheque para 30 dias.


TRASLADO GRATUITO: HOTEL/CENTRO DE CONVENÇÕES/HOTEL - 08H00 AS 18H00

Maiores informações: Tel (19) 3824 1411, plazza@plazzahotel.com.br ou www.hotelplazza.com.br, aproveitamos a oportunidade para convida-lo para uma visita técnica em nosso hotel,

Att.

Jose Geraldo Piassa
Depto. Comercial