Publicado em 05/09/2006 19:01

Pressão Alta

A quantas anda sua pressão? Cerca de 20 da população têm pressão alta, e metade dela não sabe disso. Corpo

A pressão alta ou hipertensão é o aumento da pressão que o sangue faz na parede das artérias, devido a falhas nos sistemas de controle do organismo, como o sistema nervoso simpático, e os rins (hormônio renina). Quando se mede a pressão arterial, encontramos a pressão máxima (sistólica) e a mínima (diastólica), que normalmente devem ficar abaixo de 130 mmHg (máxima) e 85 (mínima), algo próximo da medida conhecida simplesmente por 12 por 8.

A hipertensão é o problema de saúde pública mais comum em países desenvolvidos, e um dos mais graves também, pois cerca de 20 da população adulta têm pressão alta, mas metade delas não sabe desse fato. É grave, pois a hipertensão não tratada leva ao desenvolvimento de muitas doenças como insuficiência cardíaca, infartos, falência renal, e doenças circulatórias, como os derrames cerebrais.

A hipertensão ocorre principalmente em diabéticos e pessoas com excesso de peso, além de pessoas da raça negra e naqueles que tem histórico de hipertensão na família. Também se percebe maior risco de adquirir a doença em pessoas com hábitos alimentares errôneos, uso excessivo de sal nas refeições, ingestão de alimentos ricos em sódio por desconhecer esse fato (e seus riscos). Além dos fatores dietéticos, pode se listar também o sedentarismo, estresse, hábito de fumar e o uso regular de bebidas alcoólicas, todos fatores de risco para a doença.

O tratamento da hipertensão arterial objetiva a redução da morbidade, e mortalidade cardiovascular do paciente. São utilizadas tanto medidas não-medicamentosas isoladas como associadas a fármacos anti-hipertensivos.

As medidas não medicamentosas incluem a mudança do estilo de vida, reeducação alimentar, diminuição do uso de sal adicionado as refeições, perda de peso, prática de exercícios físicos regulares, parar de fumar e de consumir bebidas alcoólicas.

Algumas dicas de alimentos que devem ser evitados:

- Diminuir o consumo de enlatados e conservas de todos os tipos (azeitona, palmito, extratos de tomate, temperos como ajji-no-moto e sazon);

- Mortadela, presunto e apresuntado, carne de sol, salsichas e lingüiça;

- Evitar usar o saleiro na mesa;

- Evitar frituras e gorduras em geral;

- Refrigerantes e estimulantes como o café e o guaraná.

E o principal de tudo no tratamento é a mudança do estilo de vida, com a adoção de hábitos saudáveis, e a redescoberta do prazer de viver praticando esportes, alimentando se melhor, e buscando se cuidar e gostar cada vez mais de si mesmo, talvez o mais importante de tudo. Um nutricionista pode te ajudar nessa tarefa.

A. Jr

A. Jr

Nutrição pela UFG

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

itala nogueira
23/10/2008 18:23

dicas

oi!
minha mae tem 57 anos,esta com a pressao alta
chegou a 20/14; esta tomando uma medicaçao.
queria q vc me mandasse quais as verduras e frutas q ajuda no combate a pressao alta.
obrigada.