Publicado em 10/07/2006 12:52

Reforço às instituições

É chegada a hora de enfrentar os desafios de reforçar as instituições democráticas.

Estamos próximos de dar mais um passo rumo à melhoria do estágio parlamentar. Também pudera, com tanto escândalo saindo das câmaras legislativas, assembléias e congresso, que já cansou os ouvidos da população. Já passou da hora de exigirmos uma mudança nos padrões comportamentais destas instituições democráticas. Este é o grande desafio, ou seja, reforçar as instituições. O voto é o instrumento maior disponível na mão do povo. Voto não tem preço, tem conseqüência. Precisamos de uma nova realidade concreta para o País, e esta realidade têm que ser provocada pelos agentes de transformação que somos nós, cidadãos conscientes da importância deste momento. Temos o compromisso de formar uma consciência crítica na população que não teve a oportunidade e as condições de acesso à informação. O caminho está traçado, e temos que eleger deputados e governantes que espelham sinceridade, credibilidade e interessados em trabalhar para a melhoria das condições da nossa população. Condições de emprego, crescimento e desenvolvimento, e não apenas discursos demagógicos.

Welington Rodrigues

Welington Rodrigues

Economia, pós-graduando MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC.
Diretor da Project Consultoria Especialziada, autor do livro "Por que Inhumas é assim?".

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)