Publicado em 03/08/2007 10:04

Resvalo do Coração

Dos mais, os menos,Conflitos ocultos,Beijos selados,Juras inquebráveis,No cume do despertar.

Dos mais, os menos,
Conflitos ocultos,
Beijos selados,
Juras inquebráveis
No cume do despertar.

O barulho do motor,
Último beijo,
Sabor de sal,
Lágrimas e salivas,
O antônimo de mal.

Uma loucura,
Paz inegável,
Sentimento sem limite de espessura,
Morte do sonho, inefável!

E então abri mares de desejos,
Solicitei calma à aflição,
Pedi à voz que se calasse
E num sussurro emudeci as palavras.

Apaguei a escuridão
Quando não pude mais,
Mais iluminar as estrelas
Da inspiração sucumbida.

Tentei regar o verde
Queimando o seco,
E absorto me vi incendiado
Na chama do teu seio

Que visitou meu céu,
Da boca ávida por teu ser,
Do amor que escorreu
Feito o puro mel

Entre os dedos da criança
Que se lambuza inocente
Pagando pela esperança
Papel de mero cliente.

Ivan Zarur

Ivan Zarur

Inspirado pelas suas professoras, aventurou-se no mundo da Literatura aos sete anos de idade. Seus primeiros trabalhos publicados foram em forma de cordel: "O Velho Ricardino" e "Não conseguiu e para o Céu subiu". Com "Mundo e Mudanças" venceu o Festival dos Campeões de Itaberaí-Go.
Publicou vários trabalhos na revista Diadema Real, da Editora Cristã Evangélica do Brasil, entre eles, "Transformação", "Coisas da vida", "Mãe" e "Pastor Amado". Minha BIOGRAFIA completa, bem como outras de minhas obras estão disponíveis no meu site: www.zarur.no.comunidades.net

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

rosa pereira
31/01/2008 01:15

amizade

amigo é coisa p/se guarda no lado esquerdo do peito dentro do coraçao é onde vc esta ivan.