Publicado em 15/01/2007 13:55

TEOLOGIA DA PROSPERIDADE

Venho através deste portal divulgar novamente este artigo escrito já algum tempo, justificando que seu assunto é motivo de discusão nacional depois da prisão do casal de Pastores da Igreja Renascer o então denominado Apostolo Stevan e sua esposa.

Venho através deste portal divulgar novamente este artigo escrito já algum tempo, justificando que seu assunto é motivo de discusão nacional depois da prisão do casal de Pastores da Igreja Renascer o então denominado Apostolo Stevan e sua esposa.

O processo de colonização portuguesa no Brasil, impôs  o catolicismo e nenhuma outra religião era permitida. Esta oficialidade de religião perdura até 1889 com o fim do império. No fim do século XIX, imigrantes europeus inevitavelmente mudam este panorama religioso com correntes protestantes.

Os alemães   com o luteranismo, cujo a doutrina luterana da redenção do homem unicamente pela fé, independente dos textos e das obras pias. O homem, pecador nato, só poderia redimir-se valendo do seu perdão divino, após justificar-se aos desígnios de Deus. Não é a igreja e nem os benefícios matérias que garantem ao ser humano a sua salvação e sim o reconhecimento da sua própria fragilidade, entregando-se a Deus de quem ele espera, pelo perdão a graça divina, muito embora dele se considera se indigno.

No século XX, missionário norte americanos fundaram templos batistas e metodistas, sendo o primeiro instituído o seu culto por volta do século XVII pelo professor humanista Thomas Münzer que interpretou que a Bíblia dizia que Cristo era pobre e sempre viveu entre os humildes que seguindo as leituras bíblicas Cristo anunciou o quanto era difícil para um homem rico alcançar o reino de Deus (Mateus 3:17-19). Outra passagem da Bíblia (Atos 2:44-45 e 4:34-35) mostra que os primeiros cristãos doavam seus bens e dividiam tudo que possuíam não existiam classes sociais. Este movimentos defendiam também as idéias como a do batismo na fase adulta.

Os metodistas, a religião do presidente George W. Bush, é um igreja fundada apartir das Doutrinas Puritanas esta que prega o repouso dominical e rígidos hábitos de vida, os puritanos defendiam as idéias calvinistas sendo o seu ponto de partida a doutina da predestinação. Segundo ela, Deus escolhe em certo numero de pessoas às quais concede a graça de participar da glória eterna em companhia do Cristo. Nenhuma fé ou obra seria necessária para que esta escolha seja feita. Ao morrer, Jesus resgatou os que participaram com Ele do reino do céu, enquanto os outros deveriam receber o justo castigo. A partir desta doutrina o trabalho deixa de ser visto como castigo segundo o catolicismo (Gênesis 3:17-19) e foi encarado como uma benção, sendo através dele que o individuo possa alcançar a prosperidade, e a confirmação da sua predestinação divina.

Este modelo protestante calvinista vai legitimar a ação do homem e do capital que segundo o sociólogo alemão Max Weber, em sua obra prima: A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo, em suma, o ascetismo intramundano praticado pelos puritanos- com seu elevado grau de racionalização- engedrou segundo Weber o espírito do capitalismo produzindo empresários e trabalhadores ideais para a consolidação de uma nova ordem social, que integrou, como nenhuma outra um numero excepcional de pessoas sintonizadas entre si, para canalizar esforços produtivos (na economia), conforme a orientação (política) preestabelecida.

Atualmente, cresce o numero de seguidores de igrejas chamadas evangélicas. A maioria delas inspiradas no movimento pentecostal norte-americano que surgiu no início do século passado. Não são protestantes históricas, ou seja, não se ligam nem ao luteranismo e nem ao calvinismo. Precisamente este movimento pentecostal surgiu em 1906 em Los Angeles na rua Azuza, onde aconteceu o avivamento caracterizado principalmente pelo batismo do Espírito Santo, a crença da presença do Espírito Santo na vida do crente através de sinais, denominados por estes como dons do Espírito Santo, tais como falar em línguas estranhas,(glossalia), curas, milagres, visões, etc.

Mais tarde alguns grupos ligados ao movimento pentecostal começaram a crer no unicismo invés da triunidade(trindade), então começaram a surgir novas denominações (unicistas) e Assembléia de Deus.

No Brasil teve sua primeira onda do movimento pentecostal por volta do final da década de 40 do século passado. A segunda onda com as igrejas Deus é Amor e Igreja do Evangelho Quadrangular. A terceira onda é encarada como movimento neopentecostal sendo o movimento que mais cresce no Brasil pois sua doutrina rejeita o uso e costumes pentecostal, seu adeptos incorpora a Teologia da Prosperidade que prega a prosperidade econômica terrena como confirmação da benção de Deus, a miséria e encarada como uma maldição, fruto do pecado e não de uma ótica política, econômica e social,esta manifestação contemporânea de religiosidade onde as principais igreja são: Igreja Universal do Reino do Deus, Sara Nossa Terra, Renascer em Cristo etc. trabalham e aplicam técnicas de administração empresarial usando a mídia e o marketing, organizam planejamentos estatísticos e analise de resultados. Este movimento atingiu ate na prática do culto católico  como manifestado pele Renovação Carismática Católica.

Para analistas críticos, não- pentecostais, o (neo) pentecostalismo é uma espécie de fundamentalismo cristão. Por exemplo, rejeitam a Teoria da Evolução de Darwin, mas patrocinam através da teologia da prosperidade a formação de uma sociedade capitalista, e este modo de produção fomenta a ma distribuição de renda tendo como conseqüência diversos problemas da ordem social.

Não há como compreender o Brasil de hoje sem levar em conta a ascensão destas igrejas, com discurso e chamados apelativos: venha para a igreja ficar rico.

Observamos então que o desenvolver histórico- religioso se completam no que se diz não apenas no poder da espiritualidade, quem sabe ele não se explica muito mais no campo da formação econômica, e servindo como justificativa argumentativa de determinado tempo histórico. Hoje nos encontramos no víeis da doutrina da prosperidade que legitima a obtenção de lucros e fomenta a exploração, consolidando mais ainda a formação de classes sociais desiguais.

Neimar Carlos

Neimar Carlos

Superior Incompleto em História, Curso técnico em Mineração e curso técnico em Patologia Clínica
Iniciação Científica (CNPQ) - Massacre de Canudos no imaginário da literatura brasileira - Universidade Católica de Goiás. Afro Descendência em Goiás - Universidade Estadual de Goiás - Professor do Colégio Monsenhor nesta cidade.

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

DIVULGANDO A VERDADE
01/10/2011 13:48

http://ohebreuatos7.no.comunidades.net

A Teologia da Prosperidade tem como núcleo a idéia de que é possível coagir/manipular a pessoa de Deus através da atitude humana da oferta financeira. Os adeptos de tal teologia acreditam que, ao ofertar uma certa quantia em dinheiro, Deus irá retribuir o que lhe foi dado em dobro ou mais. A relação com Deus deixa de ser motivada pelo amor e pela gratidão para se transformar em um negócio. A pessoa dá dinheiro ou objetos para Deus com o interesse de receber mais do que deu em troca.
A pessoa que oferta sempre o faz por desejar conquistar algo. Se conquista o que desejava através de sua oferta de fé, é porque soube confiar e esperar em Deus. Se não recebeu de Deus o que desejava quando ofertou, é porque não teve fé suficiente. Os fiéis sempre são responsabilizados pelo sucesso ou pelo fracasso de suas atitudes, jamais Deus ou os líderes da igreja local que frequentam.
Apenas um servo
12/03/2009 11:51

Você está quase lá!!!

Amigo Neimar
Você está batendo de frente!
Não temas e não pare!
Para muitos o que você chama de teologia da prosperidade e colocado em um patamar mais acima..EVANGELHO DA PROSPERIDADE!
Então, a busca para ser rico, ser bem sucedido e abençoado vai ganhando conotações "espirituais e cristãs" afim de alcançar seu objetivo. Sabe, fico pensando no que ouvimos acerca da vinda do Anti Cristo. Em um estudo mais acurado sobre este homem, sabemos com clareza que ele ira organizar o mundo de uma tal forma que a prosperidade finalmente será uma realidade em seu tempo. Fazendo uma simples relação entre ele e os falsos ministros a que Paulo se refere, ministros do mal disfarçados de ministros da luz(verdade), podemos com perceber claramente que ele(O ANTI-CRISTO)já está semeando sua doutrina nos púlpitos de muitas denominações. Ser rico é pecado? Trabalhar com honestidade e galgar vitórias na vida pessoal é pecado? Não! claro que não, o problema é que, quanto ao fato de ser rico tornasse norma e ser pobre é sintoma de pecado. é fácil falar de riqueza com o dinheiro dos outros, e não é isso que Jesus e os Apostolos ensinam. Muita coisa que está sendo ensinada vem de homens e alguns soprados pelo próprio diado. Rico ou não, o que precisamos é ser cheios do Espírito de Deus. O que vemos constantemente é a busca do engrandecimento de sí mesmo e o o Reino de Deus vem se tornando um mero detalhe. Jesus não é mais o Senhor para alguns, mas simplismente virou um cartão de crédito em que basta usar as palavras"de fé" certas e receberemos o que quisermos desde de que devidamente tenhamos depositado 100, 500, 1000 e por ai vai.
Deus nos livre de sermos envolvidos em tal engodo. Paz querido amigo
semininarista vagner
02/09/2007 23:34

Voce cometeu alguns enganos

Irmão para podermos fazer uma critica a alguma coisa é preciso conhece-lá bem, pude perceber que vc não conhece bem a teoria da prosperidade.Estou disposto para maiores esclarecimentos.
Rog[e]rio Martins
10/08/2007 02:35

Que infelicidade, heim Neimar ?

Neimar, Deus de veras ama os ignorntes, pois, ele sempre cria mais... ... e muitos deles estao te parabenizando . N[a]o possuem poder reflexivo , nem opni[a]o pr[o]pia. Neimar, teus textos nao servem de nada. Tudo isso que escrevestes [e] visto por qualquer mobral no ensino m[e]dio, contastes uma migalha de historia e esses analfas aplaudiram, [e] mole ? Cuidado com o ego! Eles nao sabem de nada e vc s[o] um pouqinho de hist[o]ria. Continue estudando.
Wanessa Kételynne Costa
28/06/2007 15:02

Neimar, o cara!

É isso ai Neimar!! como sempre neh?! nao faz feio! parabens pelo seu artigo... tudo de bom...
Pedro Luís Garcez
23/05/2007 16:20

Correção

Boa Tarde! Sua matéria é bem elaborada e apresenta muitos dados corretos. Mas gostaria de alertar sobre alguns erros que aparentemente não seriam tão importantes: 1º O movimento Pentecostal teve sua origem bem antes de 1906 como o enunciado. Mas desde 1740, com John Wesley, fundador da igreja Metodista, o qual já era conhecido como Holines, sendo formado predominantemente por negros. Porém em Azuza Street este movimento tomou proporções bem mais abrangentes com a adesão de vários missionários das mais variadas confissões tradicionais. 2º Os pentecostais consideram a presenção do Espírirto Santo na vida do crente, desde do momento em que ele é constrangido a aceitar a Jesus como seu Único e Suficiente Senhor e Salvador. E que o Batismo com Espírito Santo, é o revestimento da unção para fazer a obra de Deus. Portanto não uma prova da Sua presença. 3º Os primeiros missionários no Brasil do movimento pentecostal (Ass. de Deus), iniciaram seus trabalhos em 1910, e não na década de 40 como o enunciado. 4º Entre os unicistas, não se encontraram a Ass. de Deus. Na verdade a única igreja que se declara evangélica e é unicista é o chamado Ministério Voz da Verdade, o qual não é reconhecido pelas demais denominações como co-irmã na fé . Não desmerecendo sua formação, mas sim sua informação, gostaria de salientar, que mesmo com toda esta negociata, da Teologia da Prosperidade, a maior parte da população brasileira ainda é católica. Portanto insinuar que esta pregação minoritária, pode ser de alguma forma responsável ou contribuinte para a desigualdade social no país, abstendo, ainda que levemente, o sistema político-terrorista que aí está, é no mínimo ireesponsável. Que Deus os abençoe com mais entendimento, em nome de Jesus! Pedro Garcez
moises de castro e souza
14/05/2007 15:43

parabéns

gostei deste comentario esta bem fundado.,parabéns que Deus te abençoe sempre.,teu irmão que estara sempre orando por voce.Moisés.
Davi Isaias
20/01/2007 19:55

TEOLOGIA DA PROSPERIDADE

Professor, seu texto é uma aula. No entanto, predestinação é adotada pela Igreja Presbiteriana e não pela Metodista. Em toda organização social, existe os sérios e aqueles aproveitadores. Na religião não é diferente. É preciso separar o joio do trigo, para que os inocentes não paguem pelos pecadores. Você escreve muito bem. Parabéns.
Doglas
19/01/2007 00:44

E ai Neimar!!!

Aqui quem fala e o Doglas que a dois anos atras trabalhava de moto-taxi. Cara eu estou emprecionado com as suas redacoes e teorias que vc vem deichado, felicidades meu amigo!!! Torco por vc e espero que continue fazendo muito suscesso com aquilo que ninguem pode te tomar. (a sua inteligencia)