Publicado em 04/01/2011 09:10

Um segredo para 2011

Natal e véspera de Ano-Novo costumam machucar o coração. Seja de alegrias para quem gosta de presentes, seja de devoção para quem gosta de rezar.

Natal e véspera de Ano-Novo costumam machucar o coração. Seja de alegrias para quem gosta de presentes, seja de devoção para quem gosta de rezar. Atingem a pessoa como aquelas borboletas que sempre voltam ao jardim, o jardim que é a própria pessoa comemorando.

A propósito, merece reflexão uma frase de Frederick Langbridge: “Dois homens olham pela janela. Um vê a lama; o outro vê as estrelas”. Por exemplo, às vezes basta ser elogiado por gente célebre para se ficar feliz. Como, em certa ocasião, me aconteceu. Foi com o prestigioso espanhol padre Quevedo (do Centro Pan-Americano de Parapsicologia), quando, sobre o meu livro  “Muito Prazer, Europa”, premiado na França, me endereçou o seguinte bilhete: “Estimado Valdemes: (...) Gostei. Alegre, embora profundo. E ótimo estilo. Parabéns pela homenagem... da Espanha!

Um abraço amigo, com toda estima, Pe. Oscar Gonzalez – Quevedo. S.J”.

Agora em família. Numa dessas datas de fim de ano em Goiânia,      nossa filha mais nova Juliana foi visitada por um amigo “derrotado”, que perdera o emprego e a namorada. Diante do cabisbaixo visitante, ela fez questão de alertar: “Parece que há um desejo em fracassar, e uma força tímida em obter êxito ou concretizar os adormecidos sonhos”.

A lição serviu, pois o coitado “derrotado” abandonou a tristeza. De olho numa fulaninha que acabara de chegar, sorriu, confessando que iria mudar de vida, que iria conseguir novo emprego e ter sucesso.

Que beleza se todas as pessoas, como aquelas borboletas no jardim, acreditassem nas suas vitórias!...

Vamos comemorar?  Lógico, sem exageros... mas com sinceridade. Se puder, doando a quem precisa. Esquecendo a tristeza e buscando a alegria na paz do amor. Se estiver olhando por uma janela, veja as estrelas. Esperamos que o Natal de 25 último tenha sido de justa lembrança por quem teve amor ao próximo (inclusive aos animais).

Um segredo para 2011?  É este: pensamento positivo. Com coragem!

Feliz Ano-Novo para todos nós!!!

Valdemes Ribeiro de Menezes

Valdemes Menezes

Valdemes Menezes

Trabalhos executados na área de cultura regional. Escreveu as seguintes obras: O Pistolão, O Portão de Deus, O Grande Momento, A Recuperação do Preso e a Segurança do Povo, A invasão do Brasil. Muito Prazer Europa, O Pai do Disco Voador
Radicado em GO e nascido em MG(Ituiutaba), já passou por muitas e outras, de menino rico a jovem pobre. Formou-se com dificuldade no RJ, e, sozinho conseguiu alçar seu próprio vôo: foi redator da então poderosa Rádio Nacional; funcionário do Ministério da Fazenda na ex-capital federal; controlador de vôo da Real(adquirida pela Varig); assistente do diretor de rádio e televisão da McCann Erickson(maior empresa de publicidade do mundo) e se confessa hoje como apaixonado escritor.

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)