Publicado em 19/04/2007 00:45

VAI DE PC NOVO? - Parte 2

Não perca a segunda parte da nossa série!

Se você é daqueles que quer ter um micro de médio porte sem gastar muito mas também não quer um micro para apenas digitar seus trabalhos e acessar a Internet, talvez essa configuração que apresentarei poderá ser interessante pra você.

Ou se você quer montar um escritório para rodar boa parte dos programas feitos pelo governo federal e estadual e não quer perder tempo com micro modesto, esta coluna também poderá te ajudar.

Assim como disse no artigo anterior, este também não sofreu influência de nenhum fabricante, marca ou loja de informática para indicar o modelo adequado de micro que você precisa.

No artigo anterior, sugeri o processador da marca Intel e farei o mesmo aqui e no último artigo da nossa série por questões de preferência pessoal. Mas no mercado encontramos processadores da marca AMD que é a concorrente direta da Intel e esta pode ser a marca que determinará a sua compra quando o fator preço falar mais alto.

Os processadores da marca AMD são famosos por exigirem um sistema de refrigeração (ventiladores e dissipadores de calor) dentro do micro. Em contrapartida, eles trabalham o tempo todo na velocidade original de fábrica.

Já os da Intel utilizam um recurso interno que faz o controle de velocidade de acordo com os programas que estiverem sendo usados. Programas que requerem mais velocidade e desempenho do micro fazem com que o processador trabalhe em sua máxima potência enquanto estes programas estiverem abertos. Como conseqüência, o usuário terá economia de energia e menor calor interno.

Mas no final das contas, quem compra Intel não arrepende e quem compra AMD também não. A preferência por essas duas marcas vai muito além das características técnicas. Enquanto uma marca é campeã de vendas, a outra se prepara para o lançamento do século e roubar o cenário com processadores mais potentes que a concorrente.

E a configuração da vez neste artigo é:

 

Processador: Marca Intel, modelo Pentium IV HT 3.20GHz Box (cooler incluso)

Placa-mãe: Marca Gigabyte, modelo GA-8I865GME, socket 775, c/ vídeo, som e rede integrados

Memória RAM: Marca Kingston e capacidade de 512MB DDR 400MHz

Disco rígido (HD): Marca Samsung e capacidade de 80GB SATA e 7200rpm

Disco Flexível: Drive de disquete 1.44MB na cor preta;

Mídia Óptica: Gravadora de DVD marca LG na cor preta;

Teclado: conector PS2 padrão ABNT2 (todas as teclas do idioma português-brasileiro) na cor preta;

Mouse: Mouse óptico com conector PS2;

Gabinete: Mini-torre (4 baias) na cor preta com fonte ATX de 400 Watts de potência;

Monitor: Marca LG LCD modelo L1553S-SF de 15 polegadas na cor preta com prata;

Estabilizador: Marca BMI ou SMS de 1000 Va.

 

Preço aproximado: R$1.900,00 (Hum mil e novecentos reais) com nota fiscal, garantia até 01 ano após a compra e sem sistema operacional. Veja detalhes de garantia com o seu vendedor.

 

Este é um micro que permite fazer de quase tudo um pouco. Quase tudo porque ele ainda é capaz de rodar alguns jogos 3D (jogos mais antigos) desde que o jogo seja ajustado para usar menor recurso de vídeo possível já que placa-mãe possui vídeo on-board (integrado).

Mesmo assim, este é micro que permite abrir vários programas e utilizá-los ao mesmo tempo sem que seja notada alguma lentidão dependendo do tipo de programa a ser aberto.

Edição de imagens e arte vetorial com programas como Adobe Photoshop e Corel Draw possuem um bom desempenho neste micro. Pra melhorar de vez, um acréscimo de 512MB de memória RAM já deixaria esta máquina bastante respeitável.

O disco rígido SATA e o processador de 3.2GHz (giga hertz) ajudam bastante no acesso aos programas e na velocidade de abertura e execução dos mesmos.

Com relação ao processador, o Pentium D 3.0GHz possui desempenho 25 a mais que seu antecessor, o Pentium IV HT por ser um processador de núcleo duplo, ou seja, "pensa" mais e mais rápido.

O monitor LCD vem sendo cada vez mais desejado tanto pelo preço que vem caindo cada vez mais quanto pela qualidade de imagem e o pouco espaço que ele ocupa na mesma de um escritório ou no rack de sua casa.

O estabilizador de 1000Va é interessante para um escritório principalmente se ligar equipamentos que requerem um gasto de energia maior como impressoras matriciais, laser e multifuncionais.

Se você precisa de um micro parecido com esse e não dá importância para jogos e edição de vídeo, acredito que fará uma boa compra.

Não perca o último artigo da nossa série! Está imperdível! Um abraço!

Jerônimo Martins

Jerônimo Martins

MBA Gestão de Tecnologia da Informação - Fac. ALFA; Especialista em Redes de Computadores - PUC Goiás; Graduado em Ciência da Computação - Fac. Objetivo.
Administrador de Infra-estrutura de TI do SESC Goiás.

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)