Publicado em 09/08/2006 15:29

O Mudinho é pop!

O sucesso do Mudinho no Orkut e no Tudoin é explicável

            O sucesso do Mudinho no Orkut e no Tudoin √© explic√°vel.Ele nos encanta e nos aproxima de nossa pr√≥pria ess√™ncia: a natureza humana (bela, misteriosa e, √†s vezes, esquecida).

 

            Fico observando o mundo a volta e o que enxergo sempre me entristece: desemprego, viol√™ncia, perda de valores, abandono em todos os sentidos.O ser humano se embrutecendo e animalizando-se cada vez mais.E me pergunto - Onde est√£o o amor, a amizade, o companheirismo, a solidariedade? Valores t√£o simples mas que nos fazem t√£o especiais ao mesmo tempo.

 

            Corremos tanto, o tempo todo e parece que n√£o chegamos a lugar algum.Desperdi√ßamos horas e horas preocupados em nos dar bem em alguma coisa, tentando provar aos outros que somos capazes, que conseguimos passar em um vestibular, obter aquele emprego, ser o bom filho(a), o bom namorado(a) ou bom esposo (a), o bom funcion√°rio e esquecemos nossa pr√≥pria individualidade.Perdemos tempo demais!

 

            Assim, fica dif√≠cil buscar se conhecer realmente e tentar desvendar um pouco do nosso universo interior.E se n√£o conseguimos isso, n√£o podemos nos melhorar como pessoas e , certamente, n√£o vamos nos realizar pra valer.

 

            Mas voc√™ deve estar se perguntando:- Onde entra o Mudinho nisto tudo?

 

            Bom, ele realmente sintetiza as nossas tentativas e mais tentativas de acreditar que tudo ainda vale a pena.Ao buscar vencer as barreiras que o impedem de comunicar-se integralmente com o mundo que o cerca, ele nos d√° v√°rios exemplos: o de que √© poss√≠vel ser carism√°tico sem ser chato e pedante, o de que ainda existem pessoas das quais √© bom estar perto, e sobretudo, e o que acredito ser o mais importante: o de que ainda vale a pena viver!

 

            Sim, vale a pena acreditar nesta for√ßa que nos impulsiona a levantar todos os dias, a sonhar que tudo pode ser melhor do que o que est√° a√≠, de que encontraremos aquele emprego, de que voltaremos a conversar com aquele irm√£o chato, perdoaremos aquele pai ausente, passaremos por cima das brigas que tivemos com nossos amores e, pouco a pouco, sentindo-nos vivos!

 

            √Č nos pequenos exemplos di√°rios de for√ßa, luta e supera√ß√£o como os do Mudinho que observams que √© preciso continuar.Que bom que o mundo ainda nos oferece isso, gratuitamente, sem taxas e impostos.

 

            Semana passada eu tamb√©m vi  o Mudinho.E ele me provou que √© muito honesto mesmo.Veio at√© o nossa venda comprar e pagou uma conta.E pensar que na nossa caderneta existem in√ļmeras pessoas das quais √© super dif√≠cil receber.Pois √©, o Mudinho √© pop mesmo, digno de ser imitado, por continuar sendo aut√™ntico.

José Carlos

José Carlos

Formado pela Universidade Católica de Goiás no curso de História, Graduado em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Goiás. Especialização em Educação Ambiental pela UCG.
Professor na rede estadual de ensino, integrante do grupo Marula de Teatro e membro do conselho municipal de cultura

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

Lana Maria
13/04/2012 08:30

Adorei.

As pessoas se preocupam muito com coisas mesquinhas. Deixam a vida delas pasarem mesmo sabendo que o seu  circulo e pequeno. Parabéns pelo artigo.


Abraços!

Jo√£ozinho
08/05/2007 17:55

Cronista, agora!

E aí, Zé Carlos, ator dramático, declamador, abalizado professor e, agora, cronita, hein? Parabens, Zeca e vá em frente! Você é um talento em pessoa. Abraço. Joãozinho- jocarsil@hotmail.com
eu
09/08/2006 22:21

e

e isso ai professor legal.