Publicado em 05/03/2009 05:31

Ações do FCO em Goiás

Ações do FCO vão abranger 50 municípios-pólos de Goiás. O município de Inhumas será um dos beneficiados.

A Secretaria do Planejamento e Desenvolvimento e o Sebrae-Goiás, em parceria com o Banco do Brasil, Agência de Fomento, Banco do Povo, Senai, IEL, Senac, Associação Goiana de Municípios e Agência Goiana de Desenvolvimento Regional, vão divulgar as linhas de crédito do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO) e serviços de consultoria, capacitação e treinamento empresarial oferecidos pelos parceiros em 50 municípios-pólos de Goiás.


Os trabalhos serão iniciados na segunda quinzena deste mês e deverão se estender até dezembro. Entre as ações previstas estão seminários, palestras, cursos de capacitação profissional, além da realização de reuniões do Conselho de Desenvolvimento do Estado (CDE) em dez municípios, quando serão analisadas e aprovadas cartas-consulta de empreendimentos a serem financiados com recursos do Fundo.


De acordo com o secretário do Planejamento e Desenvolvimento, Oton Nascimento Júnior, a iniciativa está inserida no Programa de Desenvolvimento da Competitividade da Economia Goiana e tem como objetivo tornar cada vez mais conhecidas as linhas de crédito do FCO e da Agência de Fomento, além dos serviços colocados à disposição dos empreendedores pelos demais parceiros.


A meta é fazer com que os recursos do Fundo destinados a Goiás sejam integralmente utilizados pelos empreendedores, beneficiando todos os 246 municípios de Goiás, assegurando maior geração de emprego e renda para a população. Todos os anos, Goiás aplica mais recursos que os demais Estados do Centro-Oeste. Isso ocorre pela agilidade dos empresários, pela capacidade operacional do Banco do Brasil, pelo esforço do governo estadual em divulgar o Fundo e do CDE em receber, avaliar e aprovar as cartas-consulta.


Cidades-pólos


As reuniões do CDE/FCO para análise e aprovação de cartas-consulta serão realizadas nos municípios de Anápolis, Iporá, Ipameri, Senador Canedo, Petrolina de Goiás, Hidrolândia, Quirinópolis, Inhumas, Jaraguá e Palmeiras de Goiás. Já os seminários para divulgação das linhas de crédito do Fundo serão nos municípios-pólo de Bom Jesus de Goiás, Cachoeira Dourada, Caldas Novas, Catalão, Corumbaíba, Gouvelândia, Itumbiara, Santa Cruz de Goiás, Morrinhos, Pontalina, Iporá, Caiapônia, Chapadão do Céu, Jataí, Mineiros, Santa Rita do Araguaia, Goiatuba, Santa Helena, São Simão, Montividiu, Quirinópolis, Rio Verde, Aruanã, Ceres, Crixás, Goiás, São Miguel do Araguaia, Jussara, Mozarlândia, Porangatu, Uruaçu, Águas Lindas, Alto Paraíso, Campos Belos, Flores de Goiás, Alvorada do Norte, Minaçu, Monte Alegre, Posse e São Domingos.

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

Nara Rubia Souza
17/10/2008 10:17

Como Funciona ?

A materia faltou alguns dados importantes , de como funciona o projeto qualidade pra terceira idade ? O custo pra quem quer participar , onde fica , os horários e um telefone pra maiores imformações . desde já agradeço
Alexandro
09/10/2008 15:14

3 idade

É chique falar 3 idade. Soa como um status etário. Na verdade, Inhumas com todo o seu potencial, trata os idosos como animais. Vocês todos sabiam disso e ninguém se mobilizou. Por isso, galera do TUDOIN, espero que essa nota chegue à Câmara dos Vereadores, às comunidades critãs da sua cidade e também ao Ministério Público, porque o carrasco dos vovôs e vovós de Inhumas, sempre recebeu doações e benefícios para desenvolver um trabalho digno que pudesse dar convorto e qualidade de vida à 3 Idade. Conto com o apoio de vocês.