Publicado em 02/02/2011 11:07

Audiência pública apontou melhorias para a segurança

Audiência foi realizada em janeiro no Fórum de Inhumas

No dia 18 de janeiro de 2011, no plenário do Júri do Fórum de Inhumas, foi realizada uma audiência pública destinada a discutir assuntos urgentes e relevantes relacionados à segurança pública em Inhumas e definir medidas a serem adotadas a fim de reverter o crescente quadro de criminalidade no município.

A audiência foi presidida pelo Juiz Willian Fabian, fazendo-se presentes Carla Fleury de Sousa, Promotora de Justiça; Abelardo Vaz, Prefeito de Inhumas; Deputado Federal Roberto Balestra; Dioji Ikeda representando o Deputado Estadual José Essado; Major Sérgio Inácio de Araújo, Comandante da 23ª CIPM; Major Ulisses José da Silva, Comandante do Corpo de Bombeiros Militar; Alexandre Otaviano Nogueira, Delegado da Polícia Civil; João Carvalho Coutinho Júnior, Diretor da Cadeia Pública; Vereador Célio Feliciano, Presidente da Câmara de Vereadores; Maria Jacinta da Silva, Vice-Presidente da OAB; José de Souza Lima, representando o Prefeito de Damolândia, Américo Osório dos Santos e Silva. Justificou a ausência o Deputado Estadual Wellington Valin.

Foram apresentadas as seguintes propostas de providências emergenciais e metas a serem trabalhadas para a melhoria do sistema de segurança pública do município:

1- Construção de um novo presídio;    
2- Instalação de uma central de flagrantes na Delegacia Local;    
3- Redução da área de atuação do GPT, restringindo-o a Inhumas;    
4- Aumento do efetivo da Polícia Militar Local e da Polícia Civil;    
5- Renovação dos equipamentos e viaturas utilizadas pelas Polícias Militar e Civil;    
6- Transferência da Polícia Militar para a sede da antiga Agetop;    
7- Elaboração e promulgação de lei municipal restringindo o horário de funcionamento de bares e estabelecimentos similares, assim como o horário de presença de menores nas ruas;    
8- Aumento do número de Delegados de Polícia;    
9- Criação de um disque-denúncia;    
10- Criação da “Casa de Passagem”, para acolhida de menores em situação irregular.

Para fazer o gerenciamento das metas inicialmente propostas fora composta uma comissão constituída pelos vereadores Célio Feliciano, Olício Vila verde, Antônio Braga e Valéria Pereira, juntamente com o Comandante da 23ª CIPM, o Delegado de Polícia, o Diretor da Cadeia Pública e a vice-presidente da OAB.

E por solicitação da maioria o Prefeito Abelardo Vaz se comprometeu a solicitar o agendamento de uma audiência com o Secretário de Segurança Pública Estadual, Comandante Geral da Polícia Militar e Diretor Geral da Polícia Civil, para tratarem conjuntamente dos assuntos discutidos na audiência.

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

Welington José Lopes
17/09/2010 11:30

Geral

Boa tarde pessoal, muito bem colocadas as solicitações,acima citadas, exelentes, mais nos cidadões contamos com vcs, ainda mais.