Publicado em 07/02/2008 09:23

Campanha da Fraternidade 2008 questiona aborto

Essa será a sétima vez que a palavra vida aparece ao lado de valores como esperança, dignidade, terra, água e combate às drogas.

A Igreja Católica lançou oficialmente nesta Quarta-feira de Cinzas, a Campanha da Fraternidade 2008 com o lema "Escolhe, pois, a vida", colocando em debate questões como o direito e o dever de profissionais da saúde se oporem ao aborto e a ética em torno do uso de células-tronco embrionárias. Iniciativa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) que se repete há 45 anos.

 

Essa será a sétima vez que a palavra vida aparece ao lado de valores como esperança, dignidade, terra, água e combate às drogas. Em São Paulo, o cardeal-arcebispo d. Odilo Scherer fará o lançamento e celebrará a missa às 15h30 na Catedral da Sé. Já o secretário-geral da CNBB, d. Dimas Lara Barbosa, lançará em Brasília a campanha em nível nacional. O texto da CF apresenta a visão da Igreja sobre a vida não-nascida, sofrimento e morte, a ameaça da pobreza e a questão do meio ambiente.

 

Cientistas, médicos e psicólogos também são citados. Ao criticar a liberdade sexual como exigência do mercado “para aumentar o lucro e expandir o capitalismo”, a CNBB recorre ao estudo da filósofa Marilena Chauí - Repressão sobre o sexo: essa nossa (des)conhecida - para mostrar que “essas contestações não partem apenas de reacionários defensores de uma sociedade reprimida do passado”. Dados oficiais e reportagens somam-se aos conceitos religiosos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

 

Fonte: Agencia Estado - AE
Jornal Diário da Manhã
(dm).

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)

Lista de Comentários

osvaldo
12/07/2007 21:46

parabéns

isso mesmo vai lá vc merece