Publicado em 20/09/2010 12:05

Prefeito de Arašu acusado de vender arroz ilegalmente

Juarez Vieira Souza é suspeito de vender ilegalmente uma carga de 15 mil kg de arroz.

O prefeito de Araçu, cidade do interior de Goiás, é suspeito de vender ilegalmente uma carga de 15 mil kg de arroz. O esquema foi descoberto por meio de denúncias anônimas na polícia civil que conseguiu interceptar o caminhão que se deslocava rumo a Anápolis, que seria o destino final do carregamento. De acordo com as investigações todo esse arroz estava avaliado no valor de R$ 9.000,00 e seria vendido para uma cerealista daquela cidade.

A denuncia foi feita por um morador da cidade de Araçu que diz ter visto o prefeito Juarez Vieira Souza na lavoura comunitária na qual a mercadoria fora produzida. Inclusive foi apreendida pela Polícia uma nota fiscal da mercadoria em nome do prefeito. O prefeito pode pegar até 12 anos de prisão.

Foram ouvidos os cinco vereadores da cidade de Araçu que receberam a denúncia. Eles foram procurados pelos moradores que desconfiaram da presença de um caminhão que ficou o dia todo na cidade. Testemunhas alegam ter visto o próprio prefeito ajudar a carregar o caminhão durante a noite no pátio da prefeitura. O caminhão carregado com 15 toneladas de  arroz foi apreendido enquanto passava na cidade de Inhumas. O alimento teria sido produzido pelo programa lavoura comunitária, que é um programa do governo estadual que financia a produção agrícola em determinadas cidades. Cabe a prefeitura a distribuição do alimento para famílias carentes e nada do que é produzido pode ser comercializado.

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)