Publicado em 02/01/2008 09:04

Vacinação contra Febre Amarela.

Mais de 130 mil pessoas procuraram vacina contra febre amarela no DF e em Goiás. A vacinação, no entanto, é preventiva, porque ainda não foi constatado se o que ocasionou a morte dos animais foi a febre amarela – a análise está sendo feita no Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, e leva de 15 a 20 dias para ficar pronta.

Nos últimos dois dias, mais de 130 mil pessoas procuraram postos e centros de saúde em Goiás e no Distrito Federal (DF) em busca da vacina contra a febre amarela. A morte de macacos em Goiânia, Aparecida de Goiás e Brasília foi motivo de alerta para a população, já que a morte desses animais é considerada um antecedente para que ocorram casos entre humanos.

 

A vacinação, no entanto, é preventiva, porque ainda não foi constatado se o que ocasionou a morte dos animais foi a febre amarela – a análise está sendo feita no Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, e leva de 15 a 20 dias para ficar pronta.

 

A vacina fica disponível na rede pública de saúde durante todo o ano. O que ocorre no DF e em Goiás é uma intensificação de vacinações, que valem especialmente para quem nunca tomou a vacina ou tomou há mais de dez anos. Quem explica é o secretário adjunto de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Fabiano Pimenta.

 

“A população compreendeu a importância da situação, de modo que os resultados, principalmente para essa época do ano, que é uma época de festas, e que muitas vezes as pessoas não estão muito ligadas aos noticiários, foram positivos, e é o que nós esperávamos”, disse.

 

Segundo o secretário, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da febre amarela e da dengue, também foram intensificadas no DF e em Goiás.

 

De acordo com Pimenta, o Brasil não tem nenhum caso de febre amarela urbana desde 1942. Ele ressalta que a vacinação regular é a única forma de evitar a doença. Os casos que acontecem com mais freqüência no país são os de febre amarela silvestre e ocorrem em regiões de floresta ou mata – quando uma pessoa vai à Amazônia, por exemplo, é recomendado que tome a vacina contra febre amarela cerca de dez dias antes.

 

Fonte: Agência Brasil/Morillo Carvalho e Jornal Diário da Manhã (dm).

COMENTÁRIOS

Comentar usando as redes sociais

Caixa de comentários TUDOIN


Resposta ao Comentário (Cancelar)